FMI quer fechar acordo com a Argentina até maio

A Argentina enfrentará o prazo para pagamento de mais de US$ 2 bilhões ao Clube de Paris de credores.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Juan Mabromata/Pool/Reuters
Juan Mabromata/Pool/Reuters

A Argentina enfrentará o prazo para pagamento de mais de US$ 2 bilhões ao Clube de Paris de credores

Acessibilidade


O Fundo Monetário Internacional fará todo o possível para chegar a um acordo com a Argentina até maio sobre um novo programa para substituir um pacto fracassado de US$ 57 bilhões de 2018, disse o porta-voz do FMI, Gerry Rice, em entrevista coletiva virtual hoje (4).

O ministro da Economia argentino, Martin Guzmán, disse que o país quer fechar um acordo com o FMI até maio, quando a Argentina enfrentará o prazo para pagamento de mais de US$ 2 bilhões ao Clube de Paris de credores. É necessário um acordo com o FMI para reestruturar essa dívida.

“Continuaremos a fazer o nosso melhor para cumprir o calendário do ministro. Vamos tentar arduamente trabalhar com as autoridades para tentar cumprir o calendário que o ministro indicou”, disse Rice. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: