Casa Branca e Congresso vão trabalhar em plano de infraestrutura na próxima semana

Kevin Lamarque/Reuters
Kevin Lamarque/Reuters

Os republicanos apresentaram hoje (27) uma contraproposta para o pacote de infraestrutura com gastos planejados de US$ 928 bilhões em oito anos

Os republicanos do Senado dos Estados Unidos apresentaram hoje (27) uma nova oferta para um pacote de infraestrutura com gastos planejados de US$ 928 bilhões em oito anos para revitalizar estradas, pontes e sistemas de banda larga do país. O valor, contudo, segue bem abaixo da última proposta do presidente Joe Biden.

O plano – desenhado por um grupo de seis republicanos liderados pela senadora Shelley Moore Capito – representa a contraoferta a uma proposta de US$ 1,7 trilhão da Casa Branca, que cortou mais de US$ 500 bilhões do projeto original de Biden (de US$ 2,25 trilhões), em uma tentativa de se chegar a um acordo bipartidário.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

“Os republicanos do Senado continuam a negociar de boa-fé”, disse Capito em entrevista coletiva na qual foi acompanhada por membros de sua equipe de negociação. “Há uma fome real de bipartidarismo no Senado dos Estados Unidos.”

Um funcionário do governo Biden disse nesta quinta que a Casa Branca estava considerando a oferta seriamente.

Biden impôs o fim de maio como um prazo não oficial para as negociações, e alguns democratas do Senado têm pressionado para tocarem a pauta sozinhos mesmo que os republicanos não cheguem a um acordo em breve.

A Casa Branca expressou disposição para negociar alguns dos detalhes mais sutis, mas disse querer um grande pacote que expanda a definição de infraestrutura para incluir itens como faculdade comunitária gratuita e licença familiar remunerada.

O líder republicano do Senado dos Estados Unidos, Mitch McConnell, acredita que a contraoferta dos republicanos ao plano de infraestrutura de Biden não é uma oferta final e que seus colegas estavam abertos para continuar as negociações sobre um possível acordo bipartidário.

Em entrevista à CNBC, McConnell disse que os republicanos estão abertos a mais gastos em infraestrutura, mas que o dinheiro deve vir de fundos já destinados a Estados e localidades sob os termos de projetos de ajuda anteriores e relacionados à Covid-19.

A Casa Branca disse que está preocupada com o entendimento de que a contraproposta republicana para um pacote de gastos com infraestrutura não fornece substanciais novos recursos e de que não está claro como o plano seria financiado.

“Também vamos continuar explorando outras propostas que esperamos que surjam”, disse em comunicado a secretária de imprensa dos EUA, Jen Psaki. Ela afirmou que o governo Biden trabalhará com o Congresso na próxima semana para negociar um plano. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).