Itaú compra holding financeira Ideal; veja os destaques do Forbes Radar

Últimas notícias sobre: Grupo GPS, Banco Pan, Moura Dubeux e Dexco..

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (13), o Itaú adquiriu a Ideal Holding Financeira, de acordo com o documento enviado ao mercado. A compra deve durar cinco anos e será realizada em duas etapas, custando R$ 650 milhões.

O Banco Pan informou ao mercado que concluiu a compra de 80% da Mobiauto, plataforma digital independente para comercialização de veículos do Brasil.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Confira os destaques:

Itaú Unibanco (ITUB4)

O Itaú adquiriu a Ideal Holding Financeira, de acordo com o documento enviado ao mercado.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A compra deve durar cinco anos e será realizada em duas etapas, sendo a primeira com a aquisição de 50,1% do capital, através de um aporte primário e da aquisição secundária de ações que totalizam aproximadamente R$ 650 milhões. Já na segunda, após o período previsto, o banco poderá exercer o direito de compra do percentual restante.

“O investimento na Ideal reforça o compromisso do Itaú Unibanco com os seus clientes em busca de soluções transformadoras em um mercado em franca expansão, permitindo ampliar a oferta de produtos e serviços nos canais mais convenientes a cada perfil de cliente e desenvolvimento sustentável nos negócios”, informou o banco.

Grupo GPS (GGPS3)

O Grupo GPS informou ao mercado que sua controlada, a Graber Sistemas de Segurança, adquiriu a empresa Force.

De acordo com o documento, a Force presta serviços de segurança privada, sistemas eletrônicos de segurança e serviços de facilities, com forte presença no Paraná e registrou receita bruta de aproximadamente R$ 142,5 milhões no período de doze meses.

Banco Pan (BPAN4)

O Banco Pan informou ao mercado que concluiu a compra de 80% da Mobiauto, plataforma digital independente para comercialização de veículos do Brasil.

“Esta operação fortalece a estratégia digital e a presença do PAN no mercado automotivo, gerando engajamento dos clientes desde o início da jornada de aquisição de veículos, além de promover mais possibilidades de cross sell e fidelização dos lojistas parceiros”, afirmou a empresa no documento.

Moura Dubeux (MDNE3)

A Moura Dubeux divulgou, na noite de ontem, sua prévia operacional de 2021, na qual obteve o maior volume de vendas desde a sua fundação, atingindo R$ 1,3 bilhão.

De acordo com o documento, nos últimos três meses do ano, a companhia acumulou R$ 340,6 milhões em vendas (VGV).

Dexco (DXCO3)

A Dexco anunciou que fará recompra de até 20 milhões de ações no prazo de 18 meses.
Segundo comunicado enviado ao mercado, a aquisição visa maximizar a geração de valor para o acionista por meio da administração eficiente da estrutura de capital.

Compartilhe esta publicação: