HSBC compra terreno virtual em jogo online e estreia no metaverso

O HSBC é o segundo banco global a investir em uma plataforma metaverso, após o JPMorgan estabelecer uma presença na Decentraland.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Reinhard Krause/Reuters
Reinhard Krause/Reuters

Usuários em ambientes de metaverso como o The Sandbox podem comprar terrenos, andar usando avatares, jogar e encontrar amigos

Acessibilidade


O HSBC anunciou que vai comprar um terreno virtual dentro do jogo online The Sandbox, na primeira grande incursão do banco no metaverso. O preço da aquisição ainda não foi revelado.

O impulso digital permitirá que o HSBC se envolva com fãs de esportes, e-sports e jogos eletrônicos no espaço virtual de propriedade majoritária da Animoca Brands, com sede em Hong Kong.

O HSBC disse que espera poder “criar experiências de marca inovadoras para clientes novos e existentes” no mundo virtual.

O empreendimento ocorre após o HSBC anunciar na terça-feira (15) o fechamento de mais 69 filiais no Reino Unido, em meio à migração de clientes para o digital.

O HSBC é o segundo banco global a investir em uma plataforma popular de metaverso, após o JPMorgan no mês passado estabelecer uma presença na Decentraland.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Leia mais: McDonald’s dá o primeiro passo na formação de seu metaverso

O banco norte-americano abriu um espaço lounge em um shopping virtual – que contém um retrato digital do presidente-executivo Jamie Dimon –, depois de publicar no início de fevereiro um relatório sobre “oportunidades no metaverso“.

Cerca de US$ 54 bilhões (R$ 272,3 bilhões) são gastos anualmente em bens virtuais, disse o JPMorgan em seu relatório, o dobro do valor gasto na compra de música. Ativos como terrenos geralmente podem ser comprados na forma de tokens não fungíveis (NFTs).

Usuários em ambientes de metaverso como o The Sandbox podem comprar terrenos, andar usando avatares, jogar e encontrar amigos. O Facebook recentemente mudou seu nome para Meta para sinalizar seu compromisso com o conceito de metaverso.

Compartilhe esta publicação: