Arrecadação federal tem novo recorde mensal em abril, com crescimento real de 10,9%

No acumulado de janeiro a abril, o crescimento real da arrecadação foi de 11,05%, a R$ 743,2 bilhões

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Bruno Domingos/Reuters
Bruno Domingos/Reuters

O resultado foi o maior para o mês da série da Receita corrigida pela inflação, com início em 1995

Acessibilidade


A arrecadação do governo federal teve alta real de 10,9% em abril sobre igual mês do ano passado, a R$ 195,085 bilhões, divulgou a Receita Federal hoje (26).

O resultado foi o maior para o mês da série da Receita corrigida pela inflação, com início em 1995.

>> Inscreva-se na seleção para a lista Under 30 2022

No acumulado de janeiro a abril, o crescimento real da arrecadação foi de 11,05%, a R$ 743,217 bilhões, desempenho mais forte para o período na série.

Se considerada apenas a receita administrada pela Receita Federal, que engloba a coleta de impostos de competência da União, a arrecadação teve uma alta real de 7,36% no mês.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

As receitas administradas por outros órgãos, que são sensibilizadas sobretudo pelos royalties decorrentes da produção de petróleo, deram um salto de 47,63% acima da inflação em abril.

Nos quatro primeiros meses do ano, os ganhos com royalties somaram R$ 43 bilhões, ante R$ 28,7 bilhões no mesmo período de 2021, o que representa uma alta de 49,8%.

Compartilhe esta publicação: