Blue-chips da China recuam após dados comerciais destacarem impacto da Covid

Compartilhe esta publicação:

XANGAI (Reuters) – As ações blue-chips da China caíram nesta segunda-feira, sob a pressão de empresas dos setores financeiro e de consumo, uma vez que a crescente preocupação com o impacto econômico dos lockdowns contra a Covid-19 pesou sobre o sentimento, com novos dados comerciais refletindo uma demanda fraca.

Acessibilidade


O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,8% no dia, enquanto o índice de Xangai teve ganho de 0,09%.

O subíndice do setor financeiro do CSI300 caiu 0,68%, o setor de bens de consumo recuou 1,5%, o índice imobiliário teve queda de 0,19% e o subíndice de saúde perdeu 0,88%.

Os fabricantes de bebidas alcoólicas estavam entre as maiores perda nesta segunda-feira, sob preocupações com o impacto crescente das limitações da Covid-19, com um subíndice que acompanha o setor caindo 2,19%.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 2,53%, a 26.319 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG permaneceu fechado.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,09%, a 3.004 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,80%, a 3.877 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 1,27%, a 2.610 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 2,19%, a 16.048 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,51%, a 3.275 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 1,18%, a 7.120 pontos.

(Reportagem de Andrew Galbraith)

Compartilhe esta publicação: