Lucro da Marfrig cai 61% no 1º trimestre a R$ 109 milhões com aporte na BRF

A empresa acompanhou um follow-on da BRF no início do ano e manteve sua participação de 33,27% na empresa de aves e suínos.

Reuters
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


A Marfrig reportou hoje (3) lucro líquido de R$ 109 milhões referente ao primeiro trimestre, queda de 61% em relação ao mesmo período de 2021, pressionado por um aporte na BRF.

A companhia, que é líder global em produção de hambúrgueres, acompanhou um follow-on da BRF no início do ano e manteve sua participação de 33,27% na empresa de aves e suínos, o que representou um novo investimento de 1,8 bilhão de reais em novas ações.

Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado consolidado pela Marfrig alcançou R$ 2,75 bilhões no primeiro trimestre, um salto de 60,9% ante igual período de 2021.

A receita líquida foi de R$ 22,3 bilhões, crescimento de 29,6% na comparação anual.

“Tivemos o melhor primeiro trimestre operacional da Marfrig… O lucro teve efeito da marcação a mercado de investimentos na BRF”, disse a jornalistas o vice-presidente de Finanças e Relações com Investidores, Tang David, em videoconferência.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Forbes abre inscrições para lista Under 30 2022

Compartilhe esta publicação: