Anac marca leilão da 7ª rodada de aeroportos para 18 de agosto

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


SÃO PAULO (Reuters) – A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) disse nesta segunda-feira que o leilão de concessão da 7ª rodada de aeroportos, que inclui o terminal de Congonhas, na capital paulista, e mais 14 ativos, foi agendado para 18 de agosto.

A autarquia aprovou mais cedo as minutas do edital e dos contratos da rodada, segundo comunicado em seu site. O Tribunal de Contas da União (TCU) havia dado o aval para os termos do certame na semana passada.

O leilão ocorrerá na B3, em São Paulo, segundo a Anac.

A rodada será dividida em três blocos, com o maior sendo formado pelos aeroportos de Congonhas (SP), Campo Grande (MS), Corumbá (MS), Ponta Porã (MS), Santarém (PA), Marabá (PA), Carajás (PA), Altamira (PA), Uberlândia (MG), Uberaba (MG) e Montes Claros (MG). O lance mínimo é de 740,1 milhões de reais e o valor estimado de investimentos em todo o contrato de concessão é de 11,6 bilhões de reais

Outro lote será formado pelos terminais de Belém (PA) e Macapá (AP), com contribuição mínima de 56,9 milhões de reais e investimentos estimados em 1,9 bilhão de reais.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Um terceiro lote, chamado de “aviação geral”, será integrado pelos aeroportos de Campo de Marte (SP) e Jacarepaguá (RJ). Nesse caso, o lance mínimo é de 141,4 milhões de reais e o valor total de investimentos projetado em 1,7 bilhão de reais.

As concessões atingem um total de 15,8% dos passageiros domésticos movimentados no mercado brasileiro de transporte aéreo, disse a Anac.

A sétima rodada continha inicialmente também o aeroporto de Santos Dumont, retirado após reclamações do governo do Rio de Janeiro. O terminal deve ser licitado no ano que vem junto com o terminal do Galeão, também no Rio de Janeiro.

(Por Andre Romani)

Compartilhe esta publicação: