Ibovespa avança na abertura à espera de Fed e Copom

Conhecido como "Super Quarta", o dia de hoje (15) conta com decisões de política monetária no Brasil e nos Estados Unidos

Naty Falla
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


Seguindo o caminho das Bolsas europeias e dos índices futuros dos Estados Unidos, o Ibovespa inicia a sessão de hoje (15) em alta de 1,14%, aos 103.226 pontos, por volta das 10h15 (horário de Brasília). Os mercados globais esperam a decisão de política monetária do Fed (Federal Reserve) dos EUA e do Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central brasileiro.

Nos Estados Unidos, as apostas dos analistas migraram nesta semana para uma alta de 0,75 ponto percentual (antes 0,5 p.p.) nos juros, por conta dos dados de inflação do país virem mais fortes. Além disso, há expectativa sobre a sinalização dos próximos passos do Fed.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

A preocupação nos mercados é de que o BC norte-americano, para combater a inflação, aperte demais as condições monetárias e leve a economia para uma recessão, o que pode afetar as projeções para os resultados das empresas, refletindo-se nos preços das ações.

Mais cedo, o Departamento de Comércio dos EUA divulgou que as vendas no varejo caíram inesperadamente em maio, quando as compras de veículos a motor diminuíram em meio à escassez e os preços recordes da gasolina impediram gastos em outros bens.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Por volta das 10h, os futuros de Wall Street apresentavam altas, com Dow Jones subindo 0,82%, aos 30.599 pontos; S&P 500 com alta de 1,05%, aos 3.799 pontos e o Nasdaq valorizando 1,34%, aos 11.489 pontos. Sobre a moeda, o dólar recua 0,23%, a R$ 5,12.

Os índices na Europa também sobem nesta manhã, com membros do Banco Central Europeu realizando uma rara reunião não programada para discutir uma explosão nos custos de empréstimos de alguns países da zona do euro, alimentando a especulação de que o banco poderia estar se preparando para agir para acalmar os mercados.

Na Ásia, as ações da China subiram para máximas em mais de três meses e o índice referencial de Hong Kong teve alta depois que dados mostraram um crescimento surpreendente na produção industrial em maio, e à medida que os investidores esperam mais suporte para alimentar a retomada do crescimento.

Por aqui, investidores também aguardam a decisão de política monetária do Banco Central do Brasil, que acontecerá às 18h30 de hoje. Ainda não há consenso sobre o que o Copom (Comitê de Política Monetária) vai indicar ao término de sua reunião, já que analistas se dividem entre apostas de aumento de 0,50 ou 0,75 ponto percentual.

Além disso, o aumento dos preços de produtos agropecuários e do diesel ganhou ritmo e a alta do Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) acelerou a 0,74% em junho, de uma alta de 0,10% no mês anterior, segundo dados informados hoje (15) pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, avançou 0,47% em junho, de uma queda de 0,08% no mês anterior. (Com Reuters)

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: