Ibovespa sobe em linha com pares globais; Magalu (MGLU3) avança 2%

O principal índice da Bolsa brasileira retomou os 97 mil pontos

Redação
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa iniciou a sessão de hoje (19) em alta de 0,30%, aos 97.208 pontos, por volta das 10h15 (horário de Brasília). O principal índice da Bolsa brasileira segue seus principais pares globais, que também avançam nesta manhã.

Em um dia ameno na agenda local, a atenção dos investidores se volta para os números de produção da Vale (VALE3) no segundo trimestre, que serão divulgados após o fechamento do mercado. De acordo com o Citi, é esperado uma produção de 76 milhões de toneladas.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Entre os destaques desta manhã, aparecem as ações do Magazine Luiza (MGLU3), que avançam 2,17%, a R$ 2,83. Ontem (18), um vídeo em que Luiza Trajano, presidente do conselho da varejista, aparece pedindo aos clientes que  façam compras na loja viralizou nas redes sociais.

“Você que tem vontade de comprar um computador para o seu filho, uma TV maior para assistir à Copa do Mundo ou outras coisas (…). O seu crédito já está pré-aprovado na Magazine Luiza, por isso estou fazendo esse vídeo para falar com você”, disse ela na gravação que foi enviada aos consumidores pelo WhatsApp.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

No cenário internacional, o mercado avalia os resultados corporativos nos Estados Unidos, que ocorrem em meio a temores de uma recessão global. Por lá, grandes bancos norte-americanos já apresentaram quedas nos lucros.

Apesar disso, os índices futuros de Wall Street sobem nesta manhã. O Dow Jones opera em alta de 0,68%, o S&P 500 sobe 0,87% e o Nasdaq avança 0,91%.

Na Europa, os indicadores também sobem. Por lá, a taxa anual de inflação ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) atingiu nova máxima histórica em junho, indo a 8,6%.

O número recorde segue influenciado pelos efeitos da guerra na Ucrânia. Com isso, o Banco Central Europeu (BCE) é pressionado a elevar juros pela primeira vez em 11 anos. O anúncio de política monetária será feito na quinta-feira (21).

E os indicadores da Ásia encerraram o dia sem uma única direção, com o aumento dos casos de Covid-19 e os problemas no setor imobiliário afetando a perspectiva de recuperação econômica do país.

Em Hong Kong, o Hang Seng recuou 0,89% e, em Seul, o Kospi  perdeu 0,18%. O Taiex registrou queda de 0,17% em Taiwan. Já em Tóquio, o Nikkei subiu 0,65% e, na China Continental, o Xangai avançou 0,04%; o Shenzhen fechou a sessão com alta de 0,13%.

O dólar comercial recua ante real, com queda de 0,71%, a R$ 5,3863.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: