Petrobras não descarta compra de diesel russo, diz diretor

A Petrobras tem comprado dos fornecedores tradicionais, como os EUA, mas diz que está atenta à situação global de oferta do produto

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Ueslei Marcelino/Reuters
Ueslei Marcelino/Reuters

Tanques de combustíveis da Petrobras. 

Acessibilidade


A Petrobras avalia “todas as possibilidades do mercado”, incluindo a compra de diesel russo para garantir o abastecimento, afirmou nesta sexta-feira o diretor de Comercialização e Logística, Cláudio Mastella, quando questionado por jornalistas sobre o assunto.

Mastella afirmou que, até o momento, a empresa tem comprado dos fornecedores tradicionais, como os Estados Unidos, mas que está atenta à situação global da oferta do produto.

“Nós temos escritórios na Europa, nos EUA, em Cingapura, que conseguem monitorar todo o mercado. A gente está o tempo todo avaliando alternativas”, disse o diretor.

Mais cedo, em conferência com investidores, ele afirmou que vê um cenário de preços elevados para o combustível no segundo semestre, a menos que se consolide uma recessão global.

Com a invasão da Rússia à Ucrânia e as consequentes sanções impostas por países do ocidente ao petróleo e aos derivados russos, a oferta de diesel se tornou restrita em todo o mundo. O combustível é o mais consumido pelo Brasil.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: