Petrobras (PETR3;PETR4) conclui venda da Gaspetro por R$ 2 bilhões; veja os destaques do Radar

Últimas notícias sobre: Prio, Neoenergia, Mercado Livre, B3, Sinqia, PetroRecôncavo, CCR e mais

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (12), a Petrobras finalizou a venda de 51% de sua participação na distribuidora de gás Gaspetro para a Compass, controlada pelo grupo Cosan, pelo valor de R$ 2,09 bilhões.

Já a Prio, antiga PetroRio, anunciou o início da produção do primeiro poço da Campanha de Revitalização do campo de Frade, na Bacia de Campos, com produção inicial de 15 mil barris de óleo por dia.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Veja esses e outros destaques corporativos do dia:

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras finalizou a venda de 51% de sua participação na distribuidora de gás Gaspetro para a Compass, controlada pelo grupo Cosan, pelo valor de R$ 2,09 bilhões, informaram as companhias em notas.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A operação faz parte de um TCC (Termo de Compromisso de Cessação) assinado pela Petrobras com o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) em julho de 2019, para promoção de concorrência no setor de gás natural no Brasil.

Além disso, a petroleira também concluiu o teste de formação no poço pioneiro 1-BRSA-1383A-RJS (Alto de Cabo Frio Central Noroeste) no pré-sal da porção sul da Bacia de Campos, e informou que está reavaliando a data de início de operação do Projeto Integrado Rota 3, prevista para o segundo semestre de 2022.

Prio (PRIO3)

A Prio, antiga PetroRio, anunciou o início da produção do primeiro poço da Campanha de Revitalização do campo de Frade (ODP4), na Bacia de Campos, com produção inicial de 15 mil barris de óleo por dia.

A companhia afirmou em nota que o resultado é “bastante superior” às previsões iniciais e que dobra a capacidade do ativo, levando a média da produção diária da Prio para 48.500 barris de óleo, um aumento de 45%.

Segundo a empresa, o projeto foi executado em 68 dias e, como o prazo foi inferior ao inicialmente projetado, houve uma redução de custo de 30% do valor orçado para a construção e conexão subsea.

Em função disso, a companhia decidiu antecipar a perfuração de um segundo poço produtor, que estava prevista para a segunda fase da Campanha de Revitalização de Frade, o MUP3A.

Neoenergia (NEOE3)

A Neoenergia anunciou que sua distribuidora Coelba assinou com o IFC (International Finance Corporation), braço do Banco Mundial, um empréstimo vinculado a metas ambientais, sociais e de governança, no valor de R$ 550 milhões, e prazo de oito anos.

O financiamento contratado é uma dívida certificada como verde e se enquadra na categoria de “sustainability linked loan”. O contrato prevê que a Neoenergia atinja algumas metas, as quais serão apuradas em 2026 e, se atendidas, reduzirão o custo da dívida.

Segundo a elétrica, o financiamento servirá a investimentos (capex) de sua distribuidora que atua na Bahia, como melhorias, digitalização e expansão da rede.

Mercado Livre (MELI34)

O Mercado Livre anunciou que o Goldman Sachs fez um aporte de US$ 233 milhões no grupo para ampliar a capacidade da companhia em ofertar crédito para pessoas físicas e pequenas empresas no Brasil e no México.

Do total, US$ 106 milhões serão usados no Brasil e o restante será destinado ao México. O Goldman Sachs já injetou US$ 485 milhões entre 2021 e 2022 no Mercado Crédito, unidade de financiamentos da fintech do grupo, o Mercado Pago.

B3 (B3SA3)

A B3 informou que o volume médio diário do mercado de ações foi de R$ 27,7 bilhões em junho, um recuo de 25,1% sobre o mesmo mês de 2021. Já o número de investidores ficou em 4.408.788, alta de 38,3% na base anual.

Sinqia (SQIA3)

A Sinqia comunicou o encerramento da sua segunda emissão de debêntures, com a liquidação do saldo remanescente no valor de R$ 100 milhões.

“Esses recursos objetivam, principalmente, a ampliação da participação da companhia no mercado de softwares e serviços para o setor financeiro, por meio de potenciais aquisições de participação em empresas consideradas estratégicas”, afirmou em nota.

PetroRecôncavo (RECV3)

A PetroRecôncavo informou que a produção total de junho subiu 5,6% em relação a maio, para 21.415 barris de óleo equivalente por dia. No segundo trimestre de 2022, a produção foi de 20.528 barris de óleo equivalente por dia, alta de 5,5% em relação ao primeiro trimestre.

CCR (CCRO3)

A CCR registrou uma queda de 2,6% no tráfego total de veículos nas rodovias em junho de 2022, na comparação com junho de 2021. Em relação a 2020, houve uma alta de 22%.

Aura Minerals (AURA33)

A Aura Minerals informou que a sua produção total atingiu 55.645 onças de ouro equivalente durante o segundo trimestre de 2022, uma queda de 7% em relação à mesma etapa do ano passado.

Itaúsa (ITSA4)

A Itaúsa informou que em junho, assim como em maio, não negociou com suas próprias ações para tesouraria.

Cury (CURY3)

A Cury anunciou que os seus lançamentos no segundo trimestre de 2022 resultaram em um VGV (valor geral de vendas) potencial de R$ 1,056 bilhão, valor recorde para a empresa. Na base anual, o avanço foi de 53,9%.

(Com Reuters)

Inscreva-se na seleção para a lista Under 30 2022

Compartilhe esta publicação: