7 fatos que marcaram a ciência e a tecnologia em 2021

Facebook vira Meta, início da tecnologia 5G no Brasil e o avanço da exploração espacial entre os destaques deste ano.

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:

A mudança de nome do Facebook para Meta está entre os grandes destaques de tecnologia deste ano (Crédito: Getty Images)

Acessibilidade


Exploração espacial privada, a materialização do metaverso, o avanço da neurociência e o início da era 5G no Brasil. O ano de 2021 foi marcado por vários momentos emblemáticos para a ciência e a tecnologia no Brasil e no mundo. A corrida espacial privada, que levou as empresas de Elon Musk, Jeff Bezos e Richard Branson ao espaço representou um grande avanço do que será o futuro da tecnologia especial. A pedido da Forbes Brasil, Leandro Mattos, expert da SingularityU Brazil, separou momentos emblemáticos de ciência e tecnologia, no Brasil e no mundo, em 2021:

Mobilidade urbana

“Em relação ao futuro da Mobilidade Urbana, o destaque vai para a tecnologia Hyperloop, onde em resumo, trens do futuro, desenvolvidos em formato de cápsulas, viajam por baixa pressão atmosférica. Em função de trilhos magnetizados, as cápsulas flutuam dentro dos tubos e sem o advento do atrito e ventos, o Hyperloop pode atingir 1.200 km por hora. A primeira versão do Hyperloop está agendada para o trecho Dubai / Abu Dhabi nos Emirados Árabes Unidos, mas há rumores que poderemos contar com a tecnologia em breve em outros países”

Indústria 4.0

“O mercado industrial também foi marcado por inovações onde o conceito de indústria 4.0 se mostra cada vez mais promissor. A automação, que já era presente nas fábricas, passa a contar com sensores que geram dados em tempo real, plugando à robótica e a Internet das Coisas (IoT). O conceito de indústria 4.0 aumenta a performance não só da linha de produção, mas também de toda a jornada da matéria prima ao produto e a entrega do produto ao consumidor. Com o advento do 5G no Brasil, esse conceito ficará ainda mais forte”

Início da era 5G

“Redes e 5G: 2021 também será lembrado como o ano do início da tecnologia 5G no Brasil. Essa inovação em infraestrutura digital fornecerá menor latência ao nosso fluxo de dados, possibilitando entre muito atributos, o oferecimento de serviços em tempo real, como necessário para a telemedicina (atendimento médico / paciente) e teleconsultoria (atendimento médico / médico, em casos de orientação à distância para cirurgias), por exemplo.”

Cidades Inteligentes

“Também beneficiadas pela tecnologia 5G, sensores, inteligência artificial, o conceito de Cidades Inteligentes foi destaque na cidade de Florianópolis/SC onde a Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) fechou parceria com a empresa Cisco para a criação de um espaço inteligente no entorno da própria ACATE para apresentação de desenvolvimento de novas aplicações em território nacional, do conceito tão presente nas cidades do futuro como Nova York, Cingapura e Dubai”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Metaverso

“Apresentado globalmente pelo Facebook, o conceito é levado tão a sério que motivou inclusive a troca do nome da empresa que passou a se chamar Meta. O conceito Metaverso apresenta uma nova forma de interação entre mundos físicos e digitais, porém, com um formato de integração muito maior ao que estávamos acostumados. A imersão profunda provocada por estímulos sensoriais apresentados pela realidade virtual agora tornarão democratizados pela tecnologia Metaverso, onde viveremos novas formas de interação humana, abrindo portas para muitas oportunidades em todos os segmentos.”

Neurociência

“No contexto neurociência, o destaque do ano fica com a empresa Neuralink, co-fundada pelo multibilionário Elon Musk. A empresa avança na tecnologia conhecida como Interface Cérebro Máquina, onde eletrodos são instalados em cérebros de modelos animais (por enquanto, não humanos), mais precisamente em neurônios específicos para não só gerar dados em tempo real, mas também possibilitar o controle de dispositivos físicos ou digitais (realidade virtual). Em 2021, a Neuralink realizou apresentações demonstrando primatas jogando videogame apenas com a mente (sem a utilização de joysticks) e suínos com cérebros monitorados em tempo real, via chips neurais.”

Compartilhe esta publicação: