Netflix diz a funcionários que inclusão de anúncios pode ocorrer em 2022, segundo NYT

Por Akash Sriram BENGALURU, Índia (Reuters) – A Netflix pode introduzir seu plano de assinatura de menor preço baseado em anúncios publicitários até o final do ano, antes do planejado originalmente, disse o jornal New.

Compartilhe esta publicação:

Por Akash Sriram

Acessibilidade


BENGALURU, Índia (Reuters) – A Netflix pode introduzir seu plano de assinatura de menor preço baseado em anúncios publicitários até o final do ano, antes do planejado originalmente, disse o jornal New York Times nesta terça-feira.

A empresa também planeja começar a reprimir o compartilhamento de senhas entre a base de assinantes na mesma época, afirmou a reportagem, citando uma nota interna aos funcionários.

A Netflix não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da Reuters.

No mês passado, a empresa registrou a primeira queda de assinantes em mais de uma década e sinalizou perdas mais profundas à frente, uma mudança em relação ao boom de clientes registrado durante a pandemia.

O cenário fez a Netflix considerar a oferta de uma versão de preço mais baixo de seu serviço, que seria baseada em publicidade, citando o sucesso de medidas semelhantes executadas pelas rivais HBO Max e Disney +.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O presidente-executivo da Netflix, Reed Hastings, disse na divulgação de resultados em abril que a empresa “determinaria (o plano) no próximo ano ou dois”.

A Netflix também disse que vai agir contra o compartilhamento de senhas, já que a prática e a concorrência no setor dificultam o crescimento da companhia.

(Por Akash Sriram)

Compartilhe esta publicação: