Cargill investirá US$ 200 milhões em refinaria de óleo de palma na Indonésia

A nova refinaria é estratégica para atender à demanda norte-americana e europeia pelo produto, visto como mais sustentável.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Reuters/Denis Balibouse
Reuters/Denis Balibouse

A nova refinaria é estratégica para atender à demanda norte-americana e europeia pelo produto, visto como mais sustentável

Acessibilidade


A gigante norte-americana do agronegócio Cargill disse que está construindo uma refinaria de óleo de palma na província de Lampung, na Indonésia, que receberá investimentos de US$ 200 milhões, e deve estar concluída no final do próximo ano.

A nova refinaria é parte de um movimento da Cargill para ter total controle sobre sua cadeia de fornecimento de óleo de palma, “da plantação ao cliente”, a fim de atender à demanda norte-americana e europeia pelo produto, visto como mais sustentável, segundo a empresa.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

“O projeto é um passo fundamental para que a Cargill amplie a disponibilidade para consumidores de ingredientes para óleos de cozinha produzidos e originados de forma sustentável”, disse o presidente da Cargill Ásia Pacífico, Robert Aspell, em comunicado ontem (3).

“Essa cadeia de suprimento totalmente integrada oferece a nossos consumidores garantia de que rigorosos requisitos de produção e de alta qualidade do produto sejam alcançados”, disse ele. A construção da refinaria já começou e deve estar finalizada ainda em 2022, conforme comunicado.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A Indonésia é a principal produtora de óleo de palma do mundo. O produto é utilizado em alimentos e cosméticos, mas esse tipo de óleo tem enfrentado resistência particularmente em alguns mercados ocidentais por questões que vão de direitos trabalhistas a desmatamento. A indústria de óleo de palma também tem sido relacionada a incêndios florestais na Indonésia. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: