AgroRound: "Desafio da Pecuária Responsável" quer encontrar soluções para o bem-estar animal e premiar as boas ideias

Iniciativa da Phibro Saúde Animal, no país, multinacional norte-americana, com apoio da Abiec (Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes Industrializadas) e mais 70 empresas ligadas ao setor da agropecuária, foi apresentado o “Desafio da Pecuária Responsável”, projeto que vai premiar soluções inovadoras para o bem-estar de bovinos de corte.

Com diferentes segmentos da cadeia produtiva, o projeto começou na última sexta-feira (30) e terminará em junho de 2022. O melhor dono do melhor projeto receberá um prêmio de R$ 15 mil e pode participar qualquer pessoa: estudantes, peões, funcionários de fazendas e de empresas, academia e pesquisadores.

LEIA TAMBÉM: Cavalos atletas: conheça os nomes consagrados do hipismo na Olimpíada de Tóquio

“Bem-estar animal é um tema premente, que ganha cada vez mais visibilidade e relevância não só no ambiente produtivo, mas em todos os elos da cadeia da carne, chegando aos consumidores. Estes têm adquirido novos hábitos e feito exigências diretamente relacionadas à origem dos alimentos e às responsabilidades ambiental e social”, afirma Ivan Fernandes, diretor de marketing e serviços técnicos da Phibro Saúde Animal para a América do Sul.

O objetivo é que os participantes elaborem projetos executáveis e aplicáveis que suportem as regras do bem-estar animal, envolvendo nutrição, saúde, ambiente e conforto, comportamento e saúde mental. As inscrições estão abertas até 15 de outubro.

Confira abaixo outras notícias do Agro:

Carrefour e IDH Brasil anunciam carne do bioma Amazônia sem desmatamento

O grupo Carrefour Brasil e a IDH (Iniciativa para o Comércio Sustentável) anunciaram a chegada do primeiro lote de carne totalmente livre de desmatamento, rastreada do nascimento do bezerro até a prateleira do supermercado, nos mercados do país. Segundo a empresa, os preços são acessíveis, como outras carnes oferecidas nas gôndolas. Os consumidores podem verificar as informações sobre a carne através de um QR Code estampado na etiqueta do produto.

A parceria do Carrefour e da IDH começou em 2018. Desde então, a rede investiu cerca de € 3,5 milhões no “Programa de Produção Sustentável de Bezerros” em Mato Grosso. O projeto apoia 450 pequenos produtores por meio de assistência técnica, financeira e ambiental para o desenvolvimento de uma cadeia pecuária mais forte e sustentável.

“O Grupo Carrefour Brasil apoia o programa de bezerros há três anos, por acreditar no seu potencial de transformação socioambiental, incluindo economicamente o pequeno produtor e ajudando-o a preservar e a recuperar os biomas”, avalia Lucio Vicente, diretor de Assuntos Corporativos e Sustentabilidade do Grupo Carrefour Brasil. “Essa segunda fase do projeto é um avanço sem precedentes e razão de comemoração para nós, já que uma de nossas prioridades no combate às mudanças climáticas é acompanhar continuamente a cadeia da pecuária, visando à melhoria dos procedimentos pelos fornecedores e assegurando o monitoramento e a confiabilidade na compra do bovino, entregando ao consumidor carnes de áreas não desmatadas”.

Coopercitrus e Nortox recuperam 52 nascentes

Divulgação

Desenvolvido pela Coopercitrus (Cooperativa de Produtores Rurais), com sede em Bebedouro (SP), em união com a empresa de defensivos agrícolas Nortox, o “Projeto Olho D’Água” recuperou 52 minas e nascentes de propriedades rurais no estado de São Paulo, nos seis primeiros meses de 2021.

No total, as minas representam a vazão de 814.172 mil litros de água por dia, suficiente para abastecer sete mil pessoas, ou para a irrigação de 33 hectares de café, por exemplo.

“A água é o principal insumo do agronegócio. No momento em que a gente está vivendo, contar com uma maior disponibilidade de água é contribuir com a preservação do meio ambiente, com a sanidade dos animais e com a irrigação da lavoura”, diz Álvaro de Azevedo, coordenador ambiental da Coopercitrus.

Desde 2019, quando começou, até o final do ano passado, o projeto já recuperou 63 nascentes, contribuindo com aumento da capacidade hídrica para cerca de 1,6 milhão de litros de água por dia, quase mil vezes mais do que a disponibilidade de água às propriedades rurais e comunidades do entorno.

Cacau paraense recebe selo da Olimpíada de Tóquio

Desde que começou, consumidores de chocolate na Olimpíada de Tóquio têm à disposição um produto produzido no país, mas com amêndoas de cacau importadas do município paraense de Tomé-Açu. O chocolate recebeu um selo comemorativo para o evento esportivo.

A Meiji, empresa que comercializa as amêndoas de cacau no Japão, é a primeira a adquirir amêndoa com o selo de IG (Indicação Geográfica) para esse fim. “O nosso cacau conseguiu Indicação geográfica justamente por ser um cacau fino, diferenciado, isso fica claro quando exportamos para países que possuem critérios rigorosos de exportação”, explica Fabiano Andrade, analista do Sebrae na região.

O Pará é o maior produtor de cacau do Brasil e não existem outras cooperativas no país que exportem as amêndoas para o Japão, apenas a CAMTA (Cooperativa Agrícola Mista de Tomé-Açu). Atualmente, são quase 100 produtores na cooperativa e o limite para a exportação é de 500 toneladas anuais. “A Meiji é a segunda maior produtora de chocolate do Japão, logo é uma vitrine muito importante”, reforça Fabiano.

Sadia amplia linha plant-based com kibe e carne moída

Divulgação

De olho no crescente mercado de carnes à base de vegetal, a brasileira Sadia ampliou sua linha Veg&Tal com o lançamento de kibe e carne moída. Com isso, a linha agora possui 18 itens que incluem almôndegas, hambúrgueres e nuggets plant-based.

“Percebendo o aumento na procura por alternativas à proteína animal e verificando a boa adesão dos clientes ao nosso portfólio, era natural que a marca continuasse ampliando a linha Veg&Tal, agora trazendo ao mercado uma opção de aperitivo como o Veg Kibe”, destaca Marcelo Suárez, diretor de marketing das marcas BRF. “Continuaremos a olhar as necessidades desse setor, para atender a uma gama ainda maior de paladares.”

O Veg Kibe é produzido com proteína de ervilha, enquanto o Veg Carne Moída tem como base a proteína de soja, muito apreciada pelo público brasileiro. Os produtos já estão disponíveis no e-commerce Mercato em Casa e no Mercato Sadia, loja modelo da BRF, e a distribuição nas principais redes varejistas acontecerá ao longo do segundo semestre.

BRF investe R$ 18,8 milhões em Paranaguá

Uma das principais companhias de alimentos do mundo, a brasileira BRF anunciou que vai investir R$ 18,8 milhões na modernização de sua unidade para produção de margarinas em Paranaguá, no litoral do Paraná. O investimento faz parte do total de R$ 292 milhões anunciados pelo CEO da BRF, Lorival Luz, em maio.

“A BRF tem presença relevante em Paranaguá, com uma das maiores plantas de margarina da América Latina. Temos uma longa história no estado, crescemos e geramos 18 mil empregos diretos. Os investimentos são parte importante da Visão 2030, nosso plano de crescimento sustentável para chegar à receita de R$ 100 bilhões nos próximos 10 anos”, afirmou Luz.

O anúncio foi feito durante as comemorações de 30 anos da marca Qualy, produzida pela BRF e líder no mercado nacional de margarinas.

Associação do Cavalo Quarto de Milha aperta critérios de sanidade do plantel

Divulgação/ABQM

A ABQM (Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Quarto de Milha) fechou uma parceria com o laboratório Alelle Biotecnologia, referência em pesquisa e identificação genética na área veterinária. O projeto é para a rastreabilidade total de laudos veterinários aos criadores e proprietários da raça equina.

“Desde o início deste projeto, a equipe da Allele deu prioridade máxima nas customizações para essa integração”, disse  Selly Sayed, diretora de marketing e negócios da Allele. 

A partir de agora, os proprietários e criadores de exemplares da raça poderão acompanhar os status de exames de DNA, doenças e laudos de animais através do site da ABQM, com informações detalhadas de pagamento e data de emissão de laudos.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).