6 dicas para fazer voos tranquilos com bebês

Getty Images-tatyana_tomsickova
Voar com um bebê pode ser estressante e requer um plano estratégico

Resumo:

  • Voar com bebê é um momento tenso para muitos, mas Raissa Gerona, empresária e mãe de uma bebê de cinco meses, mostra que é possível passar por esse momento com calmaria;
  • Raissa já levou sua filha até em viagens de trabalho, o que pode ser ainda mais complicado para muitos;
  • Ela dá quatro dicas que podem fazer do voo um momento agradável tanto para os pais como para o bebê. 

Voar com um bebê pode ser estressante e requer um plano estratégico. Pergunte a Raissa Gerona, chefe do escritório da marca fashion Revolve, que voou mais de uma dúzia de vezes com sua sua filha de cinco meses, Dylan, incluindo viagens a trabalho para Ibiza, Londres e Bermuda. “Pela minha própria experiência, aprendi o que funciona, o que não e como antecipar possíveis desafios”, diz Raissa. 

LEIA MAIS: Mães lutam para acabar com discriminação no trabalho

Abaixo, dicas de Gerona para fazer aquela viagem com o seu bebê a mais suave e descomplicada possível.

  • Mala de mão bem abastecida
    Tenha certeza de que sua bagagem de mão contém um estoque de muitas fraldas e lenços umedecidos, um trocador, roupas extras, cobertores, mamadeiras, uma chupeta e qualquer outra coisa que você vá precisar para o seu bebê durante o voo. Raissa também recomenda levar uma pequena bolsa e enchê-la com itens que você vai usar com mais frequência, como fraldas e lenços umedecidos. “Você quer acesso fácil e rápido a esses itens, e a bolsa fica bem embaixo do seu assento”, opina. Mas tenha cuidado para não passar do limite levando itens desnecessários, que tomam espaço e contribuem para o peso da bagagem.

  • Voos fora da hora do sono
    É inevitável que a rotina de sono de seu bebê seja perturbada durante o voo, especialmente se você está viajando para diferentes fuso-horários. Se possível, tente comprar voos em horários que não coincidam com rotina de sono de sua criança para que ela possa começar a viagem descansada e de bom humor.

  • Apresente novas distrações
    Em um voo de longas distâncias, Raissa indica introduzir um brinquedo novo ao seu bebê a cada hora, assim ele sempre terá uma distração diferente para ficar animado. Esses brinquedos não precisam ser caros. Ela sempre compra nas lojas de US$ 1 perto de sua casa antes de toda viagem com Dylan e escolhe de três a quatro brinquedos, como chocalhos ou bloquinhos de encaixe.

  • Reserve um berço
    A maioria dos aviões possuem um número limitado de berços para emprestar aos viajantes que estão viajando com bebês, e é importante pedir um antecipadamente quando for fazer sua reserva, diz Raissa. “Aconteceu algumas vezes de eu esquecer de reservar um berço para a Dylan, e o avião não tinha mais para me emprestar,” relembra. “ Dispensável dizer, esses voos não são exatamente meus momento mais agradáveis com ela.” Ter um berço durante seu voo vai dar um espaço confortável para o seu bebê dormir e brincar e também vai te dar oportunidade de comer, ler ou simplesmente relaxar.

  • Cuidado com o assento do meio
    Sentar no corredor ou na janela é melhor quando se está viajando com um bebê, revela. Um assento na janela é ideal se você quer manter seu bebê distraído com as luzes, nuvens e outras visões do lado de fora. No entanto, se você tem um bebê agitado e vai precisar andar pelo avião, opte pelo corredor. Também é valioso chegar o “SeatGuru”, um site com mapas de assentos de avião que mostra quais lugares possuem o maior espaço para as pernas e reclinam mais.

  • Fique calmo
    Quanto mais calmo você estiver, mais o seu bebê vai estar também. “É normal ficar irritado durante um voo se o seu bebê está chorando alto e outros passageiros estão te lançando olhares julgadores, mas eu aprendi a ignorá-los e focar em Dylan,” diz Raissa. Ela também recomenda baixar um aplicativo de meditação e o usar quando seu bebê está dormindo – isso pode te ajudar a se manter relaxado.

Mala de mão bem abastecida
Tenha certeza de que sua bagagem de mão contém um estoque de muitas fraldas e lenços umedecidos, um trocador, roupas extras, cobertores, mamadeiras, uma chupeta e qualquer outra coisa que você vá precisar para o seu bebê durante o voo. Raissa também recomenda levar uma pequena bolsa e enchê-la com itens que você vai usar com mais frequência, como fraldas e lenços umedecidos. “Você quer acesso fácil e rápido a esses itens, e a bolsa fica bem embaixo do seu assento”, opina. Mas tenha cuidado para não passar do limite levando itens desnecessários, que tomam espaço e contribuem para o peso da bagagem.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).