Casana surge como nova opção de hospedagem que une luxo e natureza

Rodrigo Azevedo
Rodrigo Azevedo

Piscina do Hotel

Esqueça os hotéis de luxo convencionais, as refeições feitas em resorts ao lado de centenas de outras pessoas e os corredores infinitos repletos de quartos idênticos. Hospedar-se no Casana Hotel é sentir-se em casa desfrutando de belas paisagens e da energia única que a proximidade à natureza traz. O hotel é todo pensado para proporcionar uma experiência personalizada e singular aos hóspedes, que são recebidos pelos funcionários – já no aeroporto – com toalhas perfumadas e garrafas de água de coco fresca. 

Rodrigo Azevedo
Rodrigo Azevedo

Lounge do Hotel, onde é servido o Welcome Drink

O trajeto que liga o hotel, localizado na Praia do Preá, no Ceará, ao aeroporto de Jericoacoara é feito em carros 4×4, e demoraria menos que os atuais 25 minutos se não fosse a irregularidade do percurso, realizado pela areia da praia. No Casana não existe aquele momento de check in na recepção. Isso é feito pelo próprio hóspede depois, no conforto do seu quarto. Logo na chegada, em um agradável lounge, o gerente Danilo oferece um welcome drink preparado com caju e um destilado à base de mandioca, acompanhado de deliciosos snacks preparados na hora. Antes de entrar no quarto, os hóspedes já escolhem as opções de entrada, prato principal e sobremesa que serão servidas no jantar. O cardápio varia diariamente.

VEJA TAMBÉM: Guia de viagens da FORBES revela novas categorias: hotel, restaurante e spa do ano

Natalia e Jimmy são o jovem casal proprietário do hotel. Ela é brasileira, nascida  na capital cearense, e ele é sueco. Os dois se conheceram durante a prática de kitesurf no sul do País e, mais tarde, decidiram empreender. O hotel foi aberto em maio de 2019. Os oito bangalôs foram milimetricamente pensados para atender às necessidades do alto padrão dos hóspedes sem abrir mão da natureza. As acomodações são, ao mesmo tempo, práticas e luxuosas, fruto de diversas inspirações do casal em suas viagens pelo mundo, nas quais pesquisaram muito sobre o segmento de luxo. A suíte master inclui uma piscina privativa e uma hidromassagem na parte externa do banheiro, perfeitas para relaxar no fim do dia.

Rodrigo Azevedo
Rodrigo Azevedo

Parte externa da suíte mais luxuosa do hotel, com piscina privativa

O hotel dialoga perfeitamente com a nova tendência do turismo de luxo: a consciência. Em um futuro bem próximo, cujos prenúncios já são evidenciados no presente, chique será conviver em harmonia com o meio ambiente sem deixar o luxo de lado, mas sem colocar em risco a saúde do planeta.

No Casana, políticas sustentáveis foram definidas desde o início para integrar o empreendimento ao meio, desde as mais complexas, como energia solar, compostagem, horta orgânica e um poço de água feito exclusivamente para atender às necessidade dos hóspedes, até atitudes mais simples, como o reaproveitamento do coco verde, farto na natureza local, para as sobremesas. Ana, a chef pâtissier, acredita que um sorbet de coco verde, levemente adoçado, trabalha tanto para reaproveitar o produto local do qual se extrai a água servida aos hóspedes quanto para intensificar a experiência do visitante com os sabores nativos.

Rodrigo Azevedo
Rodrigo Azevedo

Salão de refeições do Hotel

A gastronomia é, sem dúvida, um dos pontos fortes do hotel. Frederico Jaime, o chef responsável, recebe, antes mesmo da chegada dos hóspedes, fichas com fotos e informações sobre preferências e restrições alimentares de cada um deles que ficam penduradas junto à bancada de trabalho na cozinha, de forma que tudo seja preparado da forma mais personalizada possível.

André Vasconcelos
André Vasconcelos

Parte externa do banheiro com hidromassagem e ducha fria

Em função do baixo número de acomodações, a quantidade de pessoas hospedadas por vez é bem inferior quando comparado à maioria dos outros hotéis. Isso faz com que haja uma aproximação maior tanto entre os próprios hóspedes quanto entre estes e os funcionários, que tratam cada um deles pelo nome, o que contribui para que se  sintam mais à vontade.

Todas as experiências também são personalizadas. É possível escolher desde os passeios às dunas e lagoas que fazem parte da paisagem local a aulas de kitesurf, yoga, massagens e outras atividades. Os próprios hóspedes escolhem como querem preencher o seu dia. Esta região é conhecida pelo kitesurf e a primeira aula da modalidade é oferecida a todos os hóspedes, que podem, ou não, continuar a praticar ao longo dos dias.

Rodrigo Azevedo

Sala de massagem

As massagens são um espetáculo à parte. No Casana, o spa é mais simples, mais prático e, talvez por isso mesmo, mais intenso. A sala é pequena, e os tratamentos são ministrados por funcionárias locais. As opções de terapias são diversas: a massagem ayurvédica, por exemplo, é sensacional para relaxar e para recuperar o corpo da prática de esportes. Se a alternativa for explorar a natureza, os passeios, acompanhados por uma equipe do hotel, levam os hóspedes para conhecer lugares paradisíacos, como a Lagoa Tatajuba, onde há a possibilidade de fazer um piquenique ao ar livre.

Rodrigo Azevedo

Interior dos quartos

Cada dia e noite são diferentes no Casana. Você pode, por exemplo, passar uma tarde inteira em um churrasco maravilhoso à beira da piscina. Ou então escolher uma noite para provar diferentes sabores de um menu degustação exclusivo e harmonizado com vinhos e drinques. Outra opção é  desfrutar de um show ao vivo em torno de uma fogueira, perfeito para uma noite amena. Tudo isso e outras programações especiais estão disponíveis para garantir aos hóspedes uma experiência única e inesquecível.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).