Aquecedor e lareira: 9 itens para manter o ambiente quentinho no inverno

Justin Pumfrey/Reuters
Justin Pumfrey/Reuters

Baixas temperaturas faz crescer busca por itens de aquecimento de ambiente

A chegada do inverno e das temperaturas mais amenas influencia diretamente no aumento da procura por sistemas e itens de aquecimento de ambientes. O Google, por exemplo, indicou um aumento de 300% nas buscas da categoria de aquecedores portáteis na última semana. Entre os objetos de desejo, há quem procure os mais simples e similares a eletrodomésticos, como aquecedores elétricos, e aqueles que buscam sofisticação, com lareiras, tochas e fogões a lenha.

Rossana Nogueira, diretora da Ecofireplaces, marca de lareiras portáteis e sustentáveis integradas ao ambiente, diz que “como sempre, nesta época, os clientes finais nos procuram para adquirir produtos de uso imediato [que não exigem instalação]”. Na contramão da crise econômica, Rossana afirma que a pandemia causada pelo novo coronavírus gerou aumento na demanda pelas pessoas estarem mais em casa. Diretamente ligada à arquitetura e interiores, a marca comercializa lareiras de design autoral a base de biofluidos, livre de toxinas.

VEJA TAMBÉM: 5 acessórios para fazer o melhor fondue em casa

Apesar de registrarem uma pequena queda nas vendas nas primeiras semanas de isolamento social, a LCZ Lareiras calcula que a demanda tenha crescido 20% a mais que nos anos anteriores (15%) a partir do final de março. “Neste ano especificamente, a alta na demanda está relacionada ao fato de que as pessoas estão mais em casa e desejam aproveitar o espaço e toda a comodidade que a residência pode proporcionar”, afirma Leticia Leite, diretora-administrativa da LCZ Lareiras. “Os consumidores estão mais exigentes também, uma vez que a casa se tornou o refúgio e as viagens e passeios das férias de julho foram canceladas”, completa.

O arquiteto baiano David Bastos ressalta que cada perfil deve ser levado em conta no momento de escolher como aquecer o ambiente “clientes com mais espaço e tempo tendem a serem adeptos das lareiras convencionais, as que queimam lenha. Elas ocupam um espaço maior no projeto e demandam manutenção redobrada, por conta da limpeza do carvão e cinzas geradas durante o uso. Por outro lado, são mais aconchegantes e charmosas”.

O melhor modelo depende também da necessidade do comprador. “Quando a casa está pronta, a lareira a álcool é a melhor opção porque é de fácil instalação e não requer obra. No entanto, se a casa está em construção ou reforma, recomendo a lareira a gás, uma vez que oferece aquecimento com todos os recursos de tecnologia e segurança”, comenta Leticia.

Para integrar a peça de aquecimento ao cômodo de forma harmônica, a dica-chave de Bastos é “levar em consideração o tamanho do ambiente e minimizá-las na decoração ou deixá-las em evidência, mas garantir que sua funcionalidade atenda as necessidades, seja no design, localização no projeto e funcionalidade”.

E AINDA: Como deixar seu quarto com cara de hotel cinco estrelas

A variedade de produtos disponíveis no mercado é alta: de aquecimento elétrico, a gás e combustão. Dependendo da tecnologia do modelo escolhido, é preciso se atentar ao ambiente. “Ao especificar itens de aquecimento, na questão da funcionalidade, devemos em primeiro lugar levar em consideração a metragem quadrada da área que desejamos aquecer, assim como o posicionamento estratégico destes elementos para garantir aquecimento adequado”, diz Maristela Penkal, da Penkal Arquitetura e Interiores.

A diretora da Ecofireplaces alerta ainda para o uso do álcool de forma equivocada: “O etanol de postos de combustíveis não é igual ao etanol de cereais, usado nas lareiras. O álcool comum é altamente tóxico e passível de problemas crônicos na saúde das pessoas que inalam de forma direta”.

Veja, na galeria de fotos a seguir, modelos de lareiras, fogões a lenha e tochas para aquecer o ambiente:

  • 1. Lareira Eco 52

    Marca: Ecofireplaces
    Material: Aço tipo Corten e madeira rustica de demolição
    Aquecimento: 30 metros quadrados
    Preço: Sob consulta

    Divulgação Ecofireplaces
  • 2. Lareira Eco 62

    Marca: Ecofireplaces
    Material: Mesa com base em aço carbono e pintura eletrostática e tampo em madeira de demolição
    Aquecimento: 50 metros quadrados
    Preço: Sob Consulta

    Divulgação Ecofireplaces
  • 3. JX Lareira Gás Stile

    Marca: JX Metais
    Material: Aço inox, aço carbono pintado e pedras vulcânicas
    Aquecimento: 55 metros quadrados
    Preço: R$ 3.010

    Divulgação JX Metais
  • 4. Lareira Elétrica Esmeralda

    Marca: Wgrif
    Material: Vidro temperado e aço carbono
    Aquecimento: 36 metros quadrados
    Preço: R$ 5.090

    Divulgação Wgrif
  • 5. Lareiras ecológicas a Álcool Decofire

    Marca: LCZ Lareiras
    Material: Aço inox
    Aquecimento: Sob consulta
    Preço: Sob consulta

    Divulgação LCZ Lareiras
  • 6. Tocha a Gás

    Marca: LCZ Lareiras
    Material: Aço Inox
    Aquecimento: Sob consulta
    Preço: Sob consulta

    Divulgação LCZ Lareiras
  • 7. Lareira Suíça Aberta

    Marca: Metávila
    Material: Aço carbono
    Aquecimento: 40 metros quadrados
    Preço: A partir de R$ 799

    Divulgação Metávila
  • 8. Fogão a Lenha F801V com tampo de vidro

    Marca: Metávila
    Material: Aço carbono, aço inox e alumínio
    Aquecimento: 245 metros quadrados
    Preço: A partir de R$ 3.990

    Divulgação Metávila
  • 9. Aquecedor Lareira Elétrica Serrano

    Marca: Cadence
    Material: Plástico
    Aquecimento: 25 metros quadrados
    Preço: A partir de R$ 630

    Divulgação Cadence

1. Lareira Eco 52

Marca: Ecofireplaces
Material: Aço tipo Corten e madeira rustica de demolição
Aquecimento: 30 metros quadrados
Preço: Sob consulta

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo: .

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).