Cinco relógios famosos da coleção de Sylvester Stallone vão a leilão

Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

O modelo Panerai Luminor foi o relógio que colocou a Panerai nos holofotes do público e do mercado

Um pacote de adrenalina. Essa pode ser a definição do próximo leilão Racing Pulse, da Phillips in Association with Bacs e Russo, a ser realizado em Nova York, em 12 de dezembro de 2020. Também são palavras que descrevem o filme de 1996 da Universal Studios, “Daylight”, que estrelou Sylvester Stallone como um ex-policial lutando para salvar civis presos em uma enchente no túnel Lincoln. Nesse thriller, Stallone usava um relógio Panerai Luminor, inclusive em algumas cenas subaquáticas intensas. Foi o relógio que colocou a Panerai no mapa, por assim dizer, e que deu início a uma revolução nas tendências de relógios grandes.

Agora, o relógio –de propriedade de Stallone– vai a leilão (com outros cinco relógios do ator), com estimativa de US$ 40 mil a US$ 80 mil em valor para o lote. Este relógio foi realmente o começo de um culto conhecido como Paneristi. As pessoas viram aquele relógio ousado de grandes dimensões no pulso de Stallone e todos começaram a falar sobre. Como resultado, não só os Paneristi surgiram, como também o uso de relógios grandes se tornou uma das tendências mais importantes do final do século 20.

LEIA TAMBÉM: Conheça 5 dos Rolex mais raros do mundo

Na verdade, no anúncio do leilão, é descrito como a “gênese” que moldou a indústria relojoeira suíça –conduzindo-a a uma tendência de relógios de grandes dimensões que duraria décadas. O Panerai Luminor de Stallone mede 44 mm de diâmetro –um relógio enorme para a época já que, no início da década de 1990, a maioria dos esportivos masculinos tinha 40 mm de diâmetro.

“Com este relógio e aquele filme, Stallone influenciou a cultura e a forma como usamos relógios. Esta peça é fundamental para a história da relojoaria moderna. Foi o relógio que mudou o jogo”, diz Paul Boutros, chefe de relógios da Phillips para as Américas, que trabalhou diretamente com Stallone para adquirir o relógios para leilão.

Após “Daylight”, Stallone continuou sua carreira de ator, escritor e diretor, tornando-se vencedor do Globo de Ouro e ganhando várias indicações ao Oscar. Ele também começou a colecionar relógios. Com um olhar perspicaz, construiu uma coleção e tanto e até colaborou com algumas marcas no design de várias peças ao longo dos anos.

Com toda essa história por trás do Panerai Luminor, junto ao fato de que o lote foi vendido com uma carta de Stallone afirmando que o produto é original, o relógio provavelmente será vendido por um valor superior à estimativa conservadora da Phillips.

De acordo com Paul Boutros, “o Panerai é um relógio muito importante. Para nós, é o modelo moderno mais especial já oferecido em leilão. Ele definiu a marca. Antes do filme, a Panerai era uma pequena marca independente que ninguém conhecia e, depois que Stallone a usou, a empresa teve um grande destaque. Não só causou a descoberta do Panerai para o público, como também influenciou a compra da marca pela Vendome.”

O relógio, um Luminor Panerai 5218-201/a, faz parte de uma série de edição limitada de 677 peças que a marca independente criou em 1993. Conhecido no mundo dos colecionadores como série Pre-Vendome, o relógio foi inspirado no passado militar histórico da marca, mas foi projetado para o público em geral. No entanto, na época, a Panerai não era muito conhecida e o filme “Daylight”, como mencionado, colocou a marca diretamente no olho do público. Também colocou a empresa no centro das atenções para o Grupo Vendome, atual Richemont, que adquiriu a Officine Panerai.

O relógio notavelmente bem preservado apresenta a rara pulseira de pele de tubarão original usada no filme e uma fivela Panerai Pre-Vendome. De acordo com a Phillips, Stallone nunca tirou o relógio durante toda a duração das filmagens. Mais tarde, ele afirmou que o relógio “passou maus bocados em todas as cenas”. Ele está em sua posse desde então, envelhecendo com a caixa original, duas tiras adicionais Panerai Pre-Vendome com fivelas e sua chave de fenda original de latão. Além disso, como mencionado, é acompanhado por uma nota escrita à mão e assinada por Stallone e por um cartão original emitido em 1996 pelo estúdio que produziu o filme, também assinado por Stallone.

VEJA MAIS: Hermès cria relógio com meteorito encontrado em Nova York

Anteriormente, o relógio Panerai mais caro vendido em leilão pela Phillips foi em novembro de 2016. Mais especificamente, o recorde estava nas mãos de um Panerai vintage, referência 6154, vendido por 322 mil francos suíços. O relógio de mergulho extremamente raro de aço inoxidável com mostrador “tropical” apresenta um mostrador Panerai e uma caixa e um movimento Rolex. A estimativa de venda da época estava entre 140 e 240 mil francos suíços, embora tenha sido leiloado pelo 322 mil. Será interessante ver o que o relógio Panerai pessoal de Stallone, com um dos maiores papéis de estrela da história,  alcançará no mercado de leilões.

O leilão de 12 de dezembro também apresenta quatro relógios Richard Mille de propriedade do ator, incluindo um RM 59-01 Yohann “Beast” Tourbillon, um RM 52-01 Tourbillon Skull TZP Nano-Ceramic, um RM 25-01 Tourbillon Chronograph Adventure e um RM 032 Flyback Chronograph Diver, que Stallone usou em “Os Mercenários 3”.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).