5 refúgios de cannabis ao redor do mundo para você relaxar

 Anton Petrus
Anton Petrus

De um resort boutique na Jamaica a retiros surpresa e spas com tratamentos à base de maconha, experiências fazem da cannabis a protagonista nos processos de bem-estar

Em meio aos inúmeros casos de regulamentação do uso da cannabis pelo mundo, diferentes setores têm tentado encontrar uma brecha para criar produtos e oferecer serviços capazes de abocanhar uma fatia de um mercado que, ao que tudo indica, será muito promissor. Segundo estimativas do Euromonitor International, em nível global o setor de cannabis legalizada movimentará US$ 166 bilhões por ano até 2025 – um aumento de cerca de 1.200% em relação a 2018.

Mas, para além da venda da substância, os impactos econômicos indiretos também indicam um imenso potencial. De acordo com a agência de notícias “Marijuana Business Daily”, só em 2021 a indústria legal de  cannabis deve movimentar US$ 92 milhões na economia norte-americana se contabilizados movimentos como a criação de empregos e a cobrança de impostos. 

LEIA MAIS: Os melhores hotéis de maconha do mundo

O fato é que o mercado é grande – e cresce em ritmo exponencial nos países onde a planta foi regulamentada, como é o caso de algumas regiões dos Estados Unidos (Nova York, por exemplo, liberou o uso recreativo no final de março), Canadá, Uruguai, Argentina, Portugal e tantos outros. A aplicação terapêutica da cannabis é a protagonista dessa indústria em ascensão, sendo responsável por 60% do faturamento do setor, segundo cálculos da pesquisa “The Global Cannabis Report”, feita pela empresa de inteligência Prohibition Partners. 

Mas as possibilidades não se limitam à medicina. Investimentos vêm acontecendo em diversos setores, como nas indústrias alimentícia, veterinária, têxtil, de beleza e, não menos importante, no turismo. Dos coffee shops holandeses aos hotéis cannabis-friendly, retiros de yoga e maconha em meio à natureza ou spas com tratamentos à base da planta, opções de entretenimento canábico não faltam mundo afora. 

A modalidade está se popularizando e os resultados já começam a ser notados nos destinos que legalizaram a substância e estão apostando nessa categoria de turismo. Os hotéis de Denver, a capital do estado norte-americano do Colorado, por exemplo, viram suas taxas de ocupação crescerem 9% no primeiro ano pós-legalização da cannabis, revelou uma pesquisa da Universidade Estadual da Pensilvânia. O estudo também apontou para um aumento de US$ 130 milhões na receita do setor hoteleiro da cidade neste mesmo período.

Com essas evidências, não é exagero dizer que o turismo da maconha já é tendência entre os viajantes, e as ofertas mais reclusas e que proporcionam maior contato com a natureza se mostram as mais populares – e viáveis – no pós-pandemia. Por isso, selecionamos verdadeiros refúgios canábicos pelo mundo nos quais a erva é protagonista, para você relaxar, manter o foco no bem-estar e aproveitar bons momentos com muita tranquilidade.

Confira, na galeria de fotos a seguir, 5 refúgios de cannabis espalhados pelo mundo:

  • 1. Coral Cove Wellness, Jamaica

    Na costa jamaicana, este resort boutique é um paraíso isolado e seguro para viajantes aproveitarem a cannabis em suas diversas formas. O refúgio, localizado num pedaço do Caribe, busca ser um centro de conscientização sobre os benefícios da maconha e tem um programa completo de bem-estar criado por profissionais da saúde, tanto para uso terapêutico quanto recreativo da planta.

    A substância está presente em diversos momentos e experiências – dos tratamentos holísticos do spa à gastronomia, com molhos de salada, calda de chocolate e até manteiga de alho servida com lagosta infusionados com a erva. O fumo também é permitido nas dependências do estabelecimento, que tem sua própria plantação e dispensário, com diferentes linhagens de cannabis sendo cultivadas.

    Divulgação
  • 2. Weed & Wine Tour, Sonoma Valley, EUA

    Na Califórnia, um dos principais destinos canábicos dos Estados Unidos, a empresa Happy Travelers Tours organiza uma série de excursões com foco na planta pelo Condado de Sonoma, também conhecido por suas vinícolas.

    No Weed & Wine Tour, o programa mais popular, viajantes passeiam pelas montanhas do Sonoma Valley e por uma plantação de 10 mil metros quadrados de maconha, com mais de 20 mil variedades. A experiência educativa permite acompanhar todo o processo canábico: do cultivo, colheita e processamento das plantas até sua aplicação medicinal.

    Além da visita e almoço no local, o tour também inclui a atividade “Sip-and-Sniff”, na qual os visitantes podem degustar vinhos e compará-los a flores de cannabis em busca de semelhanças no aroma e complexidade.

    Divulgação
  • 3. Rebelle, Massachusetts, EUA

    Na região montanhosa de Berkshires, no oeste do estado de Massachusetts, a Rebelle é um dispensário fundado apenas por mulheres. Com a missão de ser a primeira marca de luxo de lifestyle da cannabis, o espaço comercializa a planta de diversas formas (entre flores, vaporizadores, comestíveis, cosméticos e outras), além de ser um ambiente relaxante e charmoso.

    Construída em uma fazenda centenária, a loja conta com amplo espaço ao ar livre onde busca promover o “varejo experimental”, uma vivência mais íntima e pessoal de compra. No gramado, uma tenda aconchegante é palco de uma programação que inclui luzes e músicas, coordenadas com os diferentes tipos de experiências com a erva.

    Divulgação
  • 4. Ste. Anne’s Spa, Ontário, Canadá

    Construído em uma bucólica fazenda do século 19 com 200 hectares, o premiado spa oferece a “Canna-massage”, um tratamento especial que usa cosméticos de uma linha própria desenvolvida com CBD, um dos principais ativos da maconha. Na massagem corporal que promete relaxar e revitalizar, o ativo canábico assume o papel de estimular o sistema circulatório e linfático, o que ajuda o organismo a se livrar de toxinas. Aqueles que escolherem o programa ainda podem levar para casa o óleo canábico para aromaterapia, para ajudar com o descanso e uma boa noite de sono.

    O spa promove, ainda, aulas de yoga, meditação e tratamentos faciais, além de contar com piscinas aquecidas e uma gastronomia de alto nível – tudo isso em um ambiente isolado, no meio da natureza. É possível apenas passar o dia ou pernoitar no local.

    Divulgação
  • 5. The Herb Farm (em vários locais ao redor do mundo)

    A The Herb Farm é uma associação que organiza retiros canábicos de luxo para grupos pequenos em diferentes localizações do globo. Cada experiência promete ser totalmente reclusa e “de profunda reflexão” em algum local espetacular, que permanece em segredo até que a reserva seja confirmada. A maconha é a protagonista, utilizada nas atividades holísticas de bem-estar, nos tratamentos de spa e na culinária – preparada por chefs renomados. O retiro mais recente foi em uma villa isolada de 4 mil metros quadrados na Espanha, rodeada pela natureza e a cinco minutos do Mar Mediterrâneo.

    Divulgação

1. Coral Cove Wellness, Jamaica

Na costa jamaicana, este resort boutique é um paraíso isolado e seguro para viajantes aproveitarem a cannabis em suas diversas formas. O refúgio, localizado num pedaço do Caribe, busca ser um centro de conscientização sobre os benefícios da maconha e tem um programa completo de bem-estar criado por profissionais da saúde, tanto para uso terapêutico quanto recreativo da planta.

A substância está presente em diversos momentos e experiências – dos tratamentos holísticos do spa à gastronomia, com molhos de salada, calda de chocolate e até manteiga de alho servida com lagosta infusionados com a erva. O fumo também é permitido nas dependências do estabelecimento, que tem sua própria plantação e dispensário, com diferentes linhagens de cannabis sendo cultivadas.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).