Anvisa nega certificação de boas práticas para vacina Covaxin contra Covid-19

Laboratório brasileiro Precisa Medicamentos também solicitou à Anvisa permissão para uso emergencial da Covaxin no Brasil

Redação
Compartilhe esta publicação:
Adnan Abidi/Reuters
Adnan Abidi/Reuters

Laboratório brasileiro Precisa Medicamentos possui acordo com laboratório indiano Bharat Biotech para acesso às doses da Covaxin

Acessibilidade


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) negou o certificado de boas práticas de fabricação para a Covaxin, vacina contra Covid-19 do laboratório indiano Bharat Biotech, publicada no Diário Oficial da União hoje (30).

No início do mês, o laboratório brasileiro Precisa Medicamentos, que tem acordo com o Bharat, pediu à Anvisa permissão para uso emergencial da Covaxin no Brasil.

LEIA TAMBÉM: Governo afirma que há possibilidade de permuta de vacinas entre Brasil e EUA

Em fevereiro, o Ministério da Saúde anunciou a assinatura do contrato com a Precisa Medicamentos para a entrega de 20 milhões de doses da vacina contra Covid-19 entre março e maio. A concretização do uso do imunizante do país só pode ocorrer, no entanto, a partir da autorização da Anvisa. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: