Carrefour Brasil tem alta no lucro do 4º tri

Forbes Brasil
Aceleração do crescimento de vendas do Carrefour leva a resultado de R$ 699 milhões

O Carrefour Brasil anunciou hoje (26) lucro líquido de R$ 699 milhões para o quarto trimestre, crescimento de 10,4% na comparação anual, com aceleração do crescimento de vendas.

LEIA MAIS: Carrefour Brasil cria unidade de varejo online de alimentos

Em termos ajustados e considerando acionistas controladores, o lucro líquido da rede de varejo foi de R$ 758 milhões no quarto trimestre, um crescimento de 65,9% na comparação anual.

O desempenho operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado subiu 26,6% sobre o quarto trimestre de 2017, para R$ 1,415 bilhão, superando a média das previsões de analistas consultados pela Refinitiv, de R$ 1,228 bilhão.

Entre outubro e dezembro, as vendas brutas avançaram 10,2% ano a ano, para R$ 15,8 bilhões. Foi o primeiro crescimento de dois dígitos desde o último trimestre de 2016, puxado principalmente pela abertura de novas lojas, sendo seis do Atacadão, dois atacados de entrega, quatro Carrefour Market e duas do Carrefour Express.

No conceito mesmas lojas, sem considerar gasolina, as vendas brutas subiram 6,2%. O acelerado ritmo de expansão, em particular da bandeira de atacarejo, e o aumento das atividades bancárias elevaram em 14,1% as despesas com vendas, gerais e administrativas no quarto trimestre, para R$ 1,98 bilhão.

A varejista ainda investiu R$ 665 milhões no período, 24,6% mais que entre outubro e dezembro de 2017, com cerca de 83% dos recursos destinados para expansão e manutenção de lojas, além de tecnologia da informação. Em 2018, os investimentos totalizaram R$ 1,79 bilhão, ante R$ 1,81 bilhão no ano anterior.

VEJA TAMBÉM: Protestos pesam sobre vendas do Carrefour no 4º tri

Ao fim de dezembro, o Carrefour Brasil contava com caixa líquido de R$ 831 milhões, 10,5% acima do montante apurado um ano atrás, e 660 lojas espalhadas pelo Brasil em todos os formatos.

COO PARA ATACADÃO

Além do balanço, a companhia anunciou que o conselho de administração aprovou a criação da posição de vice-presidente de operações do Atacadão, em uma preparação de sucessão “com a devida antecedência” na liderança da empresa.

Com isso, o vice-presidente financeiro do Atacadão, Marco Oliveira, passará a ocupar a vice-presidência de operações da bandeira e Sébastien Durchon vai assumir a diretoria financeira. Ambos apoiarão José Roberto Müssnich, que comanda o Atacadão há 15 anos, afirmou a companhia.

O conselho do Carrefour Brasil também aprovou proposta de pagamento adicional de dividendos de R$ 90 milhões na forma de juros sobre capital próprio aos acionistas, valor que será deliberado em assembleia geral programada para 16 de abril deste ano.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).