Pilgrim’s, da JBS, é alvo de investigação nos EUA

Reuters
Tyson e outras empresas de frango também são acusadas de conluio

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos iniciou uma investigação criminal sobre acusações que afirmam que a gigante norte-americana Tyson Foods e outras processadoras de carne, incluindo a Pilgrim’s Pride e a Sanderson Farms, fizeram conluio para fixação de preços de carne de frango.

LEIA MAIS: Pilgrim’s Pride emite US$ 850 mi em títulos de dívida para pagar JBS

As ações de Tyson, Pilgrim’s Pride, controlada pela JBS, e Sanderson Farms recuaram no final do pregão.

Distribuidores de alimentos dos EUA abriram processos contra a Tyson e outros processadores de carne de frango, alegando que as companhias agem em conluio desde 2008 para reduzir produção e manipular preços.

A Sanderson Farms afirmou que as acusações contra a empresa “não têm mérito e a empresa vai se defender vigorosamente”. A Pilgrim’s Pride afirmou que não fixa preços. “A Pilgrim’s nega fortemente qualquer alegação de conduta anticompetitiva”, disse o porta-voz, Cameron Bruett. “A companhia agradece a oportunidade de se defender contra estas acusações por meio do processo legal.”

A Tyson, que negou anteriormente as acusações, não comentou de imediato o assunto.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).