Ibovespa sobe com noticiário corporativo e medidas de estímulo

Reuters
O volume financeiro da sessão somava R$ 16 bilhões

O Ibovespa fechou em alta hoje (24), com notícias corporativas e medidas de estímulo à economia ocupando os holofotes, enquanto o recuo das ações da Vale atenuou ganhos.

LEIA MAIS: Ibovespa tem leve baixa em sessão marcada pelo início de balanços

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 0,4%, a 104.119,54 pontos. O volume financeiro da sessão somava R$ 16 bilhões.

O analista Régis Chinchila, da Terra Investimentos, chamou a atenção para a melhora das empresas ligadas ao consumo e varejo com o governo anunciando medidas para estimular a economia que envolvem a liberação de FGTS e PIS/Pasep.

O Ministério da Economia calcula que a flexibilização das regras de saques dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) vai gerar um crescimento de 0,35 ponto percentual no Produto Interno Bruto (PIB) em 12 meses.

“Outra pauta que segue em andamento nas mesas de operações é a questão do corte da taxa de juros na próxima quarta-feira, com possibilidade de queda em 0,50 ponto”, acrescentou Chinchila, destacando que representa outro incentivo à atividade econômica.

O analista ponderou, contudo, que o Ibovespa segue operando com menor volatilidade nos últimos pregões por conta do recesso parlamentar, e investidores aguardando novidades sobre as reformas da Previdência e tributária.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).