Dólar encerra em queda por alívio saudita

iStock
O dólar à vista teve queda de 0,31%, a R$ 4,078 na venda

O dólar encerrou em queda contra o real hoje (17), em sessão marcada por volatilidade, em meio a alívio das tensões na Arábia Saudita e à espera da decisão de política monetária do Federal Reserve na quarta-feira (18).

LEIA MAIS: Dólar encerra próximo à estabilidade

O dólar à vista teve queda de 0,31%, a R$ 4,078 na venda, depois de oscilar entre altas e baixas no pregão. Na mínima da sessão, a moeda norte-americana chegou a tocar R$ 4,0736, enquanto na máxima chegou a R$ 4,1181. Na B3, o dólar futuro recuava 0,07%, a R$ 4,0815.

“Os mercados esperavam que a reposição dos estoques sauditas levaria meses e a afirmativa de que na verdade isso acontecerá em bem menos tempo trouxe um grande alívio”, afirmou Alessandro Faganello, operador de câmbio da Advanced Corretora.

A oferta de petróleo da Arábia Saudita foi totalmente retomada após ataques no final de semana interromperem metade da produção do país, disse nesta terça-feira o ministro de Energia saudita.

Ele afirmou que a Arábia Saudita seguirá com seu papel de fornecedora segura dos mercados mundiais de petróleo, acrescentando que o reino precisa tomar medidas rígidas para prevenir novos ataques.

Segundo Faganello, temores relacionados à oferta no mercado de petróleo pressionaram mais cedo na sessão por preocupações de que a questão a longo prazo pudesse se tornar um fator para o Fed repensar a análise dos indicativos inflacionários.

Agentes do mercado agora voltam suas atenções para a decisão de política monetária do banco central norte-americano na quarta-feira, com os juros futuros dos EUA indicando que operadores veem 52,7% de chance de o Fed manter os juros nos atuais níveis na próxima reunião, de acordo com a ferramenta Fedwatch do CME Group.

VEJA TAMBÉM: Dólar tem pouca variação ante real

Na cena doméstica, o mercado também se manterá atento à reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que divulga sua decisão de política monetária também na quarta, com expectativas de um corte de 0,5 ponto percentual na Selic.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).