Ibovespa avança com Trump sinalizando solução em guerra comercial

Paulo Whitaker/Reuters
O Ibovespa subiu 0,58%, a 104.480,98 pontos

Após registrar tendência negativa durante a maior parte da sessão, o Ibovespa fechou em alta hoje (25), em linha com mercados norte-americanos, impulsionado por desdobramentos positivos no conflito comercial entre Estados Unidos e China.

LEIA MAIS: Ibovespa fecha em queda de 0,73%, a 103.875,66 pontos

O Ibovespa subiu 0,58%, a 104.480,98 pontos. O volume financeiro da sessão somou R$ 14,1 bilhões.

Mercados acionários se animaram após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, dizer que um acordo comercial com a China pode acontecer mais cedo do que as pessoas pensam. “Eles querem muito fazer um acordo … Isso pode acontecer mais cedo do que vocês pensam”, disse Trump em Nova York.

O presidente da Federal Reserve de St. Louis, James Bullard, afirmou que um acordo no embate comercial ainda pode “levar um tempo”, além de que deseja outro corte de 25 pontos base na taxa de juros até o fim do ano.

Em Wall Street, o S&P 500 avançou 0,61%, em sessão também marcada por volatilidade no início do dia.

No plano doméstico, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo tem um plano de reforma tributária praticamente pronto, adicionando que a ideia é trabalhar a proposta em comissão mista de Câmara dos Deputados e Senado.

Um dado mostrou que o Brasil registrou criação líquida de 121.387 vagas formais de emprego em agosto, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), no melhor dado para o mês desde 2013, embalado pelo setor de serviços.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).