Parlamentares britânicos aprovam lei para adiar Brexit

Jessica Taylor/Divulgação via REUTERS
A votação na Câmara dos Comuns teve 327 votos favor do projeto e 299 contrários

Parlamentares britânicos aprovaram hoje (4) projeto de lei para impedir que o governo do primeiro-ministro, Boris Johnson, tire o país da União Europeia sem um acordo.

LEIA MAIS: Johnson sofre derrota de parlamentares contrários ao Brexit sem um acordo

A votação na Câmara dos Comuns teve 327 votos favor do projeto e 299 contrários. A proposta passa agora à Câmara Alta do Parlamento para aprovação.

SAÍDA DA UE

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse nesta quarta-feira que vai retirar o Reino Unido da União Europeia no dia 31 de outubro se ainda for premiê, e propôs realizar uma eleição nacional no dia 15 de outubro.

“Se eu ainda for primeiro-ministro depois de terça-feira, 15 de outubro, então nós sairemos no dia 31 de outubro com, eu espero, um acordo muito melhor”, disse Johnson ao Parlamento durante um debate sobre a possibilidade de realizar uma eleição.

O líder do Partido Trabalhista, de oposição, Jeremy Corbyn, acusou Johnson de oferecer o “veneno do não acordo” ao pedir que os parlamentares apoiem realizar eleições antecipadas.

Minutos depois de os parlamentares aprovarem um projeto desenhado para impedir Johnson de retirar o Reino Unido da União Europeia sem um acordo no dia 31 de outubro, Corbyn repetiu sua posição de que apoiará uma nova eleição quando aquele projeto se transformar em lei.

Corbyn disse que a oferta desta quarta de uma eleição continha o “veneno de um não acordo”. “Deixe esse projeto ser aprovado e ganhe aprovação real, então apoiaremos uma eleição”, disse.

Mais cedo, parlamentares britânicos aprovaram projeto de lei para impedir que o governo de Johnson tire o país da União Europeia sem um acordo.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no