SoftBank oferece empréstimo de US$ 5 bi para WeWork

ReutersConnect/IsseiKato
Segundo fontes, acordo tornará a empresa japonesa sócia majoritária na startup norte-americana

O SoftBank Group fez uma oferta de financiamento de US$ 5 bilhões para manter a WeWork à tona, como parte de um acordo que tornará a empresa japonesa sócia majoritária da startup norte-americana de compartilhamento de escritórios, disseram pessoas familiarizadas com o assunto hoje (21).

LEIA MAIS: SoftBank busca controlar WeWork através de pacote de financiamento

A WeWork pode ficar sem dinheiro no início do próximo mês, disseram as fontes, após suspender em setembro planos para uma oferta inicial de ações (IPO) depois que investidores questionaram os prejuízos elevados da empresa, a sustentabilidade do modelo de negócios e a forma como estava sendo administrada pelo co-fundador e ex-CEO Adam Neumann, agora presidente do conselho.

Além do financiamento por dívida, a SoftBank quer acelerar um comprometimento de US$ 1,5 bilhão na WeWork, sob a forma de garantias com vencimento em abril, disseram as fontes.

Esse comprometimento foi firmado em janeiro com base numa avaliação de US$ 47 bilhões para o negócio, mas o SoftBank agora está tentando renegociá-lo com uma avaliação de cerca de US$ 8 bilhões, acrescentaram as fontes.

A SoftBank também quer lançar uma oferta de compra de até US$ 3 bilhões para comprar ações da WeWork de investidores atuais, incluindo Neumann, disseram as fontes. Com base no resultado dessa recompra, o SoftBank poderia pode deter de 60% a 80% da WeWork, mas tentará evitar a incorporação da empresa, acrescentou uma das fontes.

Neumann pode deixar o conselho da WeWork como parte do acordo com o SoftBank e apenas servir como consultor, segundo as fontes. Marcelo Claure, diretor de operações da SoftBank, sucederá Neumann como presidente, disseram.

O conselho da WeWork se reunirá amanhã (22) para avaliar a oferta do SoftBank, disse uma das fontes. O JPMorgan vem tentando montar um pacote de financiamento alternativo.

WeWork, SoftBank e JPMorgan se recusaram a comentar.

LEIA TAMBÉM: SoftBank investirá US$ 500 mi em fundos capital de risco na América Latina

A WeWork contratou o Mizuho Financial no sindicato de bancos para um financiamento de US$ 5 bilhões, disse uma das fontes. O pacote inclui cartas de crédito de mais de US$ 1 bilhão, além de títulos seniores garantidos e subordinados, acrescentou.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).