Dólar tem pouca movimentação ante real

iStock
iStock

Às 9:51, a moeda norte-americana avançava 0,06%, a R$ 4,0578 na venda

O dólar tinha pouca movimentação contra o real hoje (6), rondando os R$ 4,06, com os investidores digerindo a intensificação das tensões entre Estados Unidos e Irã no Oriente Médio, em dia de fraqueza do índice do dólar contra as principais moedas.

Às 9:51, a moeda norte-americana avançava 0,06%, a R$ 4,0578 na venda. O dólar futuro de maior liquidez tinha estabilidade neste pregão, a R$ 4,063.

LEIA MAIS: Dólar tem maior alta em duas semanas com aversão a risco externa por tensão EUA-Irã

Na sessão anterior, com a notícia da morte do general iraniano Qassem Soleimani em um ataque norte-americano ao aeroporto de Bagdá na sexta-feira (3), o dólar à vista fechou em alta acentuada de 0,74%, a R$ 4,0555 na venda.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, manteve no domingo (5) uma ameaça de atacar locais culturais iranianos, alertando para uma “grande retaliação” se o Irã revidar pela morte de Soleimani.

Ainda no domingo, o Irã se distanciou ainda mais do acordo nuclear de 2015 com potências mundiais, dizendo que não respeitará limites a seu trabalho de enriquecimento de urânio.

“Hoje ainda há um pouco de cautela. O mercado quer ver se essa nova tensão política no Oriente Médio vai durar ou não”, disse Cleber Machado, operador da Commcor.

“No entanto, já era esperado que o Irã fosse tomar medidas e não ia baixar a cabeça para os EUA. Por isso não estamos vendo uma deterioração tão ampla do real como houve na sexta-feira.”

VEJA TAMBÉM: Dólar dispara ante real após ataque dos EUA matar oficial iraniano

No exterior, o dólar perdia força contra uma cesta de moedas fortes, principalmente pela migração dos investidores para divisas seguras – como o iene japonês e o franco suíço – devido à aversão por risco global após os ataques dos EUA.

Contra o peso mexicano e o rand sul-africano, moedas emergentes pares do real, a moeda norte-americana registrava perdas.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).