Elon Musk diz que comprou ventiladores da China para os EUA

Getty Images

A fabricante de carros elétricos comprou 1255 ventiladores

A Tesla comprou ventiladores hospitalares na China e os enviou para os Estados Unidos, disse o presidente-executivo da fabricante de carros elétricos, Elon Musk, hoje (24).

A compra da Tesla ocorre quando governos de todo o mundo pedem ajuda às montadoras e empresas do setor aeroespacial para adquirir ou fabricar ventiladores e outros equipamentos médicos para o combate ao coronavírus.

LEIA MAIS: Tudo sobre o coronavírus

“A China tinha um excesso de oferta, então compramos 1255 ventiladores ResMed, Philips e Medtronic aprovados pela FDA na noite de sexta-feira (20) e os transportamos para Los Angeles”, disse Musk no Twitter.

O governador da Califórnia, Gavin Newsom, disse hoje que o Estado receberá 1.000 ventiladores da Tesla enquanto os Estados Unidos se preparam para lidar com o crescente número de pacientes infectados pelo coronavírus.

Autoridades esperam que fabricantes de larga escala possam usar suas cadeias de fornecimento de baixo custo e sua experiência na produção de equipamentos de tecnologia, incluindo impressão 3D, e redefinir o propósito de algumas fábricas para compensar o déficit previsto em equipamentos médicos vitais.

As montadoras alertaram que a produção de equipamentos médicos delicados com padrões adequados para uso em unidades de tratamento intensiva continua sendo um desafio.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).