Lista Midas Europa: veja as 10 empresas preferidas dos investidores

Reuters
Nubank emergiu como o principal banco digital da região, com operações adicionais na Alemanha e no México

A terceira edição da lista Midas Europa, produzida pela FORBES em parceria com a TrueBridge Capital Partners acaba de ser divulgada, com as principais empresas que atraíram as carteiras dos investidores em 2019.

O cenário tecnológico da Europa tradicionalmente vive à sombra dos Estados Unidos e da China – ambos continuam a ser uma força dominante no mercado do capital de risco. No entanto, o recente aumento de startups europeias de alto crescimento – com vários concorrentes norte-americanos envolvidos em uma série de IPOs bem-sucedidos – está fazendo do velho continente um ator cada vez mais importante no segmento.

VEJA TAMBÉM: Saiba quem são as 12 investidoras da lista Midas

Os portfólios dos investidores da lista Midas Europa deste ano demonstram a evolução do cenário global do capital de risco e o enorme valor criado por empresas que buscam melhorar diferentes partes da vida cotidiana dos consumidores.

Spotify

O gigante do streaming de música ganhou destaque após uma listagem direta bem-sucedida na NYSE no ano passado – uma decisão que surpreendeu muitos investidores e levou outros, como a Slack, a seguir o mesmo caminho. Um ano após o IPO, o Spotify continua superando os principais concorrentes, como a Apple Music, em termos de assinantes – em setembro deste ano, o número de assinaturas premium do serviço subiu para um recorde de 113 milhões, superando as expectativas de Wall Street.

Recentemente, o Spotify anunciou foco em podcasts e conteúdo original para reforçar sua extensa biblioteca de shows de terceiros. A empresa planeja gastar entre US$ 400 milhões e US $ 500 milhões em aquisições relacionadas ao tema até o final de 2019 e já ganhou força com as recentes compras da Gimlet Media e da Anchor.

Principais investidores da Lista Midas Europa*:

Sonali De Rycker, Accel (#2)
Par Jorgen Parson, Northzone (#4)
Klaus Hommels, Lakestar (#5)
Fredrik Cassel, Creandum (#8)

Stripe

Em meio à intensificação da concorrência de empresas como Square, PayPal e Visa, a Stripe continua mantendo sua forte posição no setor. Ao capitalizar com a mudança do comércio para sites e dispositivos móveis, a empresa navega com sucesso no comércio digital, fornecendo serviços de processamento de pagamento on-line poderosos e flexíveis para empresas da internet. Após uma captação de recursos de US$ 100 milhões em janeiro, a Stripe levantou outros US$ 250 milhões em setembro, elevando sua avaliação de US$ 20 bilhões para US $ 35 bilhões.

E AINDA: Os maiores investidores de capital de risco do mundo

No ano passado, a empresa fez incursões internacionais e ampliou sua plataforma para emissão, prevenção global de fraudes e lojas físicas. A Stripe continua a evoluir com o recente lançamento de cartões de crédito corporativos e a adição de clientes famosos em sua carteira, como a Wayfair. Suas iniciativas parecem valer a pena, já que a empresa agora vale 30% a mais do que o concorrente próximo, a Square.

Principais investidores da Lista Midas Europa*:

Avi Eyal, Entrée Capital (#12)
Hiro Tamura, Atomico (#15)
Reshma Sohoni, Seedcamp (#16)
Carlos Eduardo Espinal, Seedcamp (#17)

Adyen

A fintech holandesa obteve sucesso desde o início, com uma lista impressionante de clientes que incluem Facebook, Spotify e Netflix. O que diferencia a Adyen dos concorrentes é sua capacidade de processar praticamente qualquer tipo de pagamento, roteando os compradores por meio de uma plataforma unificada. Em um curto período de tempo, conquistou reputação internacional como líder do setor após seu bem-sucedido IPO de US$ 8,3 bilhões no Euronext em 2018 – o maior do ano na Europa.

Nos últimos anos, a empresa se concentrou na expansão global orgânica, adicionando clientes em todo o mundo – e seus esforços parecem estar valendo a pena. Este ano, a Adyen conquistou vários novos e importantes usuários, como North Face e Timberland, e expandiu-se para novos métodos de pagamento por meio de parcerias estratégicas com a Apple Pay e o Google Pay. A empresa lançou recentemente um negócio de emissão de cartões virtuais e físicos para complementar os serviços de pagamento j existentes.

Principal investidor da Lista Midas Europa*:

Jan Hammer, Index (#1)

CrowdStrike

Um player realmente diferenciado no setor de segurança cibernética, a CrowdStrike está focada exclusivamente na detecção e resposta de terminais, uma área que está ganhando no segmento. Com implementações nativas em plataformas como a AWS, a empresa se destacou por seu foco em proteção na nuvem e na plataforma nativa da nuvem. Após levantar US$ 481 milhões como uma empresa privada, a CrowdStrike estreou publicamente em junho de 2019, avaliada em quase US$ 7 bilhões.

LEIA AQUI: 25 próximas startups bilionárias em 2019

Desde então, continuou a crescer de forma impressionante. Em julho, viu a receita aumentar 103% ano a ano e experimentou um de seus maiores ganhos de clientes. A empresa planeja desenvolver ainda mais sua base de usuários ao investir em programas de aquisição de clientes e parcerias de canal, além de expandir as assinaturas existentes por meio da implantação de módulos de nuvem adicionais.

Principal investidor da Lista Midas Europa*:

Philippe Botteri, Accel (#6)

DocuSign

A DocuSign tem sido uma das empresas de software de maior sucesso em todo o mundo nos últimos anos em capitalizar o rápido crescimento da adoção da nuvem. Apoiada por uma marca altamente reconhecida e clientes famosos como Salesforce e Comcast, a empresa oferece tecnologia baseada em nuvem que torna a assinatura de contratos mais simples e amigável. Sua impressionante estreia no mercado foi em abril de 2018, avaliando a empresa em mais de US$ 4 bilhões.

A empresa continua avançando no espaço de assinaturas eletrônicas, impulsionada por um forte crescimento de receita e faturamento e mais de 537 mil clientes em todo o mundo. Recentemente, expandiu suas operações com a abertura de escritórios em Chicago, e mantém sua estratégia de impulsionar o sucesso do cliente por meio de sua plataforma. Há pouco tempo, lançou o DocuSign Agreement Cloud, um amplo conjunto de produtos e integrações para transformar digitalmente a maneira como as organizações preparam, assinam, agem e gerenciam contratos.

Principal investidor da Lista Midas Europa*:

Philippe Botteri, Accel (#6)

Farfetch

As empresas de moda se tornaram cada vez mais atraentes para os investidores, pois os varejistas online aproveitam a tecnologia para impulsionar o merchandising orientado a dados e melhor direcionar os compradores em escala global. A Farfetch está na vanguarda dessa tendência e do setor mais amplo de artigos de luxo à medida que as marcas estão mudando para o ambiente virtual. A plataforma de tecnologia com sede em Londres oferece acesso a um mercado de comércio eletrônico de moda de luxo que conecta clientes de forma inteligente e eficiente em mais de 190 países, com acesso a mais de 3 mil grifes.

SAIBA MAIS: Conheça as maiores investidoras de risco do mundo

Desde a abertura de capital, a empresa fez uma série de aquisições estratégicas e parcerias com pesos pesados do comércio eletrônico como JD.com para reforçar sua oferta online e expandir para mercados de alto crescimento como a China. A Farfetch continua a fazer progressos significativos em direção à lucratividade e, mais recentemente, atingiu quase 2 milhões de clientes, um recorde para a empresa.

Principais investidores da Lista Midas Europa*:

Danny Rimer, Index (#3)
Robin Klein, LocalGlobe (#9)
Tom Stafford, DST Global (#10)
Frederic Court, Felix Capital (#11)
Saul Klein, LocalGlobe (#13)

Nubank

À medida que a economia digital da América Latina se expande rapidamente, o brasileiro Nubank emergiu como o principal banco digital da região, com operações adicionais na Alemanha e no México. Investidores em todo o mundo descobriram a convincente história de sucesso do banco, que levantou US$ 400 milhões em uma rodada de investimentos em julho de 2019, avaliando a empresa em US$ 10 bilhões e posicionando-a como uma das startups mais valiosas da América Latina.

Com mais de 15 milhões de clientes conquistados em apenas seis anos, o Nubank agora é o maior banco digital do mundo, oferecendo cartões de crédito, contas bancárias, empréstimos pessoais e serviços associados gratuitos para empresas e indivíduos que tradicionalmente não teriam acesso a nada disso. Com captações que chegam a US$ 820 milhões até o momento, o Nubank continuará acelerando seu crescimento no Brasil e expandindo sua presença em novos mercados latino-americanos como a Argentina. Embora a empresa não tenha expressado nenhum plano de curto prazo de abertura de capital, ela tem dinheiro para fazer isso no futuro.

Principal investidor da Lista Midas Europa*:

Tom Stafford, DST Global (#10)

Delivery Hero

Com sede em Berlim, é um dos principais mercados globais de pedidos e entregas de alimentos online. Apesar da concorrência acirrada em todo o mundo, a Delivery Hero estabeleceu uma forte posição na Europa, Ásia e Oriente Médio – em junho de 2019, registrava 1 milhão de pedidos processados por dia e parcerias com 290 mil restaurantes em 39 países. O IPO da companhia em junho de 2017 na Bolsa de Frankfurt arrecadou US$ 530 milhões e avaliou a empresa em quase US$ 5 bilhões.

VEJA TAMBÉM: Fabricio Bloisi: empresas tradicionais lutarão para sobreviver às big techs brasileiras

Para acelerar seu impulso, a Delivery Hero concentrou-se em investir em recursos de entrega, aquisição direcionada de clientes e serviços expandidos. A empresa também fez uma série de aquisições estratégicas globalmente, em um esforço para expandir para mercados internacionais de alto crescimento. Testemunho de sua ascensão meteórica, a presença global da Delivery Hero agora é maior do que qualquer um de seus concorrentes, incluindo o UberEats.

Principal investidor da Lista Midas Europa*:

Pawel Chudzinski, Point Nine Capital (#23)

UiPath

A romena é uma das empresas de inteligência artificial de crescimento mais rápido e maior valorização no espaço do aprendizado de máquina. A startup está liderando a era da “primeira automação” e permite que as empresas automatizem tarefas repetitivas ensinando aos robôs novas habilidades de IA e machine learning. No início deste ano, levantou US$ 568 milhões e foi avaliada em US$ 7 bilhões.

De um negócio de 150 pessoas em Bucareste, com menos de US$ 5 milhões em receita, a empresa foi para uma operação global que hoje possui mais de 30 escritórios. Anteriormente com foco na automação de tarefas de back-of-house, a UiPath mudou para tarefas de front-office com o objetivo de expandir sua base por meio de empresas com operações voltadas para o cliente. Apesar dos sinais de crescimento contínuo, incluindo duas aquisições este mês, a empresa anunciou recentemente demissões que afetam cerca de 11% de seus funcionários. Os investidores afirmaram que essa é uma correção necessária no caminho para a lucratividade da empresa, mas sem dúvida levará a perguntas sobre o crescimento futuro.

Principais investidores da Lista Midas Europa*:

Reshma Sohoni, Seedcamp (#16)
Carlos Eduardo Espinal, Seedcamp (#17)
Luciana Lixandru, Accel (#20)

Compass

A Compass juntou-se aos experientes concorrentes Zillow e Redfin no mercado imobiliário atual, ilustrando uma mudança do foco tradicional nos consumidores. Na tentativa de diminuir a distância entre o agente e o cliente, a empresa tem como alvo profissionais do setor imobiliário com ferramentas digitais e estratégias de mercado personalizadas, resultando em menos trabalho de back-end e mais tempo para se conectar com os consumidores. Recentemente, aprimorou seu foco nos recursos de inteligência artificial ao adquirir a Detectica, uma startup especializada na tecnologia sediada em Nova York.

E AINDA: 7 atitudes de investidores inteligentes

Desde o seu lançamento em 2012, a Compass expandiu sua rede para mais de 13 mil agentes imobiliários. Apoiado por uma equipe especializada no setor, o crescimento e o sucesso inicial da empresa causaram uma reação dos concorrentes. Em julho deste ano, a empresa anunciou uma rodada de investimentos de US$ 370 milhões que elevou sua avaliação para US$ 6,4 bilhões. Em conversas sobre um futuro IPO, a Compass continua adicionando recursos à sua plataforma para criar uma experiência imobiliária de ponta a ponta.

Principal investidor da Lista Midas Europa*:

Hiro Tamura, Atomico (#15)

*Não inclui todos os investidores da empresa

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).