10 bilionários perdem, juntos, US$ 83 bilhões com a queda dos mercados

Getty Images
Jeff Bezos perdeu US$ 14,1 bilhões na semana passada, tornando-se a maior perdedor

Até os mais ricos do mundo foram atingidos pela pandemia de coronavírus e subsequente pânico dos investidores. Na pior semana do mercado desde a crise financeira, 10 bilionários perderam um total de aproximadamente US$ 83,4 bilhões e dezenas de outros perderam centenas de milhões.

À medida que o coronavírus se espalha rapidamente dentro e fora da China continental – agora existem aproximadamente 84.000 casos confirmados e 2.900 mortes em todo o mundo – os investidores estão cada vez mais preocupados com seu impacto na economia global. Essas preocupações desencadearam uma venda massiva de ações em todo o mundo na semana passada. O Shanghai Composite e o Euro Stoxx 50 caíram 5,2% e 12,4%, respectivamente. Nos EUA, o Dow Jones perdeu quase 3.500 pontos, ou 12,4%, desde sexta-feira passada (21), a maior liquidação em uma semana desde a crise financeira de 2008. Na quinta-feira (27), caiu quase 1.200 pontos, sua maior queda em um único dia.

LEIA MAIS: 7 fatos sobre o coronavírus que você não sabia

A pessoa mais rica do mundo, Jeff Bezos, perdeu US$ 14,1 bilhões na semana passada, tornando-se a maior perdedor. No fechamento do mercado ontem (28), seu patrimônio líquido ficou em US$ 113,6 bilhões.

Com muitas fábricas na China fechadas devido ao surto, a Amazon já está preocupada em não ter estoque suficiente para atender aos pedidos no dia primeiro de julho. De acordo com o “New York Times”, a empresa de e-commerce recentemente enviou uma mensagem a comerciantes terceirizados sobre a preparação para “interrupções na cadeia de suprimentos devido a recentes eventos globais originados na China”.

A fortuna de Warren Buffett caiu US$ 9,8 bilhões, para US$ 80,3 bilhões. O terceiro homem mais rico do mundo disse à “CNBC” na segunda-feira (24) que o pânico do coronavírus não mudará sua estratégia para a Berkshire Hathaway. “Estamos comprando empresas próprias por 20 ou 30 anos”, disse Buffett na Squawk Box. “Acreditamos que as perspectivas de 20 e 30 anos não sejam alteradas pelo coronavírus.”

As ações da Tesla estão em alta nos últimos seis meses, com a montadora superando a Volkswagen em valor de mercado no final de janeiro. Mas Elon Musk sofreu uma grande perda esta semana, de pUS$ 8,9 bilhões, o que reduziu seu patrimônio líquido para US$ 34,7 bilhões. O plano da Tesla para um crescimento agressivo na China provavelmente foi inviabilizado pelo coronavírus; como resultado do surto, a montadora fechou sua nova fábrica de Xangai por duas semanas.

Em apenas uma semana, uma das ações mais estáveis e em constante crescimento do mundo despencou. Depois de atingir o maior nível histórico em 30 de janeiro, a capitalização de mercado da Microsoft caiu US$ 53 bilhões depois que a empresa de software alertou os investidores de que suas vendas no primeiro trimestre de 2020 não atenderiam às orientações, devido ao impacto do coronavírus em seus fornecedores e fabricantes de PCs na China. Como resultado, o patrimônio líquido do cofundador Bill Gates caiu US$ 6,6 bilhões, mas ainda era suficiente para ele se manter como a segunda pessoa mais rica do mundo.

VEJA TAMBÉM: Bill Gates diz que governos e iniciativa privada devem investir bilhões no combate a patógenos como o coronavírus

Fora dos Estados Unidos, os titãs da moda Amancio Ortega e Bernard Arnault também perderam bilhões. O surto de coronavírus já está interrompendo as cadeias de suprimentos de varejo de marcas de luxo e de moda rápida, já que mais de um terço de todas as roupas e tecidos são fabricados na China. Não surpreende, portanto, que o patrimônio líquido de Arnault tenha caído US$ 7,4 bilhões, para US$ 97,8 bilhões, devido a uma queda no estoque de sua empresa de artigos de luxo LVMH. Ortega, o bilionário espanhol por trás da empresa-mãe da Zara, Inditex, sofreu um prejuízo de US$ 6,1 bilhões, diminuindo seu patrimônio líquido para US$ 70,9 bilhões.

Os dez maiores perdedores bilionários desta semana são oriundos de fora da China, já que as fortunas de muitos dos mais ricos da Ásia já sofreram golpes sérios.

Veja, na galeria de fotos abaixo, os dez maiores perdedores na última semana:

  • 1. Jeff Bezos, Amazon

    US$ 14,1 bilhões

  • 2. Warren Buffett, Berkshire Hathaway

    US$ 9,8 bilhões

  • 3. Elon Musk, Tesla

    US$ 8,9 bilhões

  • 4. Mark Zuckerberg, Facebook

    US$ 8,5 bilhões

  • 5. Larry Ellison, Oracle

    US$ 7,7 bilhões

  • 6. Bernard Arnault, LVMH

    US$ 7,4 bilhões

  • 7. Larry Page, Alphabet

    US$ 7.,3 bilhões

  • 8. Sergey Brin, Alphabet

    US$ 7 bilhões

  • 9. Bill Gates, Microsoft

    US$ 6,6 bilhões

  • 10. Amancio Ortega, Inditex

    US$ 6,1 bilhões

1. Jeff Bezos, Amazon

US$ 14,1 bilhões

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).