Cada mês de confinamento nas grandes economias reduzirá crescimento em 2 p.p., diz OCDE

Estimativas mostram que o bloqueio afetará diretamente setores que representam até um terço do PIB das principais nações

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Manuel Silvestri/Reuters
Manuel Silvestri/Reuters

O setor do turismo enfrenta uma diminuição da produção entre 50% a 70% nesse período

Acessibilidade


Cada mês que as principais economias passam em confinamento diminuirão em 2 pontos percentuais o crescimento anual, afirmou hoje (27) a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

“Nossas estimativas mais recentes mostram que o bloqueio afetará diretamente setores que representam até um terço do PIB nas principais economias”, disse Ángel Gurria, da OCDE, em comentários aos líderes do G20 ontem (26), mas que foram divulgados hoje.

LEIA MAIS: Tudo sobre o coronavírus

“Calculamos que, para cada mês de quarentena, haverá uma perda de 2 pontos percentuais no crescimento anual do PIB. Somente o setor do turismo enfrenta uma diminuição da produção entre 50% a 70% nesse período. Muitas economias cairão em recessão”, acrescentou.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: