Ajuda a Estados e municípios será de R$ 120-130 bi, diz Guedes

Ministro da Economia afirmou que a injeção de recursos sairá em breve.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Reuters
Reuters

Guedes avaliou que o Brasil parece estar resistindo bem ao impacto inicial da crise do coronavírus no mercado de trabalho

Acessibilidade


O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse hoje (29) que a ajuda direta da União a Estados e municípios será de R$ 120 bilhões a R$ 130 bilhões e que sairá em breve, com o texto sendo formatado pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Em conversa virtual promovida pelo Mercado & Consumo, Guedes afirmou que Alcolumbre, relator do projeto, apoiou a intenção do governo de promover o congelamento dos salários do funcionalismo por 18 meses como contrapartida à injeção de recursos aos entes subnacionais.

VEJA MAIS: Presidente Bolsonaro inicia semana destacando Paulo Guedes

“Se vamos mandar R$ 120, R$ 130 bilhões em alta velocidade para Estados e municípios, esse dinheiro não pode virar aumento de salário”, disse.

O ministro avaliou que o país parece estar resistindo bem ao impacto inicial da crise do coronavírus no mercado de trabalho. Segundo Guedes, com as medidas do governo que permitiram a negociação de jornada e salários, a estimativa é de que 4,3 milhões de empregos foram preservados. (Com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: