Melhora dos mercados na última semana deixou 10 bilionários US$ 51 bilhões mais ricos

Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

Apesar de relatos de que a Amazon pode cancelar o Prime Day, as ações da gigante do comércio eletrônico subiram, de modo a aumentar o patrimônio líquido de Jeff Bezos

A taxa de desemprego e a contagem de casos de Covid-19 continuam a subir, mas o mercado de ações tem se apresentado um pouco melhor. Os índices Dow Jones Industrial Average e o S&P 500 subiram mais de 12% na semana que terminou no dia 9 de abril (os mercados fecharam no dia 10 de abril, Sexta-Feira Santa). As ações deram um salto notável na quinta-feira (9), quando o Federal Reserve anunciou US$ 2,3 trilhões em empréstimos para apoiar a economia. A alta nas ações levou a um aumento combinado de US$ 51,3 bilhões para 10 bilionários desde o dia 2 de abril.

Amancio Ortega –da gigante espanhola de fast fashion Inditex- foi quem mais ganhou em termos de dólar e porcentagem. Seu patrimônio líquido subiu US$ 7,2 bilhões, para US$ 64,8 bilhões, com as ações da Inditex recuperando quase 15,5% nesta semana (no entanto, elas ainda estão em queda de 20,4% desde o início do ano). Muitas ações espanholas estão subindo à medida que o número de mortes pela Covid-19 no país diminui. O IBEX 35, índice das maiores empresas de capital aberto da Espanha, encerrou a semana em alta de 7,6%.

VEJA MAIS: 10 bilionários que mais perderam dinheiro na última semana em meio à crise do coronavírus

Jeff Bezos, a pessoa mais rica do mundo, registrou o segundo maior aumento. Ele ganhou US$ 6,8 bilhões, de modo a elevar seu patrimônio líquido a US$ 124,7 bilhões. Apesar de relatos de que a Amazon pode cancelar o Prime Day (dia anual com promoções, produtos e ofertas exclusivas) devido ao coronavírus, o preço das ações da empresa subiu 6,5% nesta semana, pois os clientes locais ainda estão migrando para a gigante do varejo em busca de mantimentos e outras necessidades.

O patrimônio líquido de Bernard Arnault, bilionário do setor de artigos de luxo, saltou em US$ 6,3 bilhões, para US$ 92 bilhões, com as ações de sua LVMH subindo quase 7%. As ações francesas em geral estão em alta, com um aumento de 10% no índice Euronext Paris. Segundo o “Financial Times”, a LVMH, dona de marcas como Louis Vuitton e Dom Pérignon, reverteu sua decisão de usar a assistência do governo para seus funcionários.

As ações da Berkshire Hathaway sofreram uma queda recentemente, mas recuperaram 7% esta semana, de modo a aumentar o patrimônio líquido de Warren Buffett em US$ 5 bilhões, para US$ 76 bilhões. A Berkshire cortou grande parte dos investimentos em suas companhias aéreas, que sofreram queda livre por conta de clientes com medo de viajar. O conglomerado anunciou no dia 3 de abril que havia vendido 18% e 4% de suas participações na Delta e na Southwest Airlines, respectivamente.

A fortuna de Mukesh Ambani, bilionário indiano do setor de petróleo e gás saltou em US$ 4,4 bilhões, para US$ 44,5 bilhões. O Morgan Stanley publicou uma nota de pesquisa otimista no dia 8 de abril, afirmando que as Reliance Industries da Ambani poderiam diminuir sua dívida líquida, mesmo que os preços e a demanda do petróleo continuem caindo nos próximos seis meses.

Veja, na galeria de imagens a seguir, os 10 bilionários do mundo que mais ganharam dinheiro na última semana:

  • Amancio Ortega

    Fonte de riqueza: Zara
    País: Espanha
    Mudança no patrimônio líquido entre 2 a 9 de abril: aumento de US$ 7,2 bilhões

    Reprodução/Forbes
  • Jeff Bezos

    Fonte de riqueza: Amazon
    País: Estados Unidos
    Mudança no patrimônio líquido entre 2 a 9 de abril: aumento de US$ 6,8 bilhões

    Reprodução/Forbes
  • Bernard Arnault

    Fonte de riqueza: LVMH
    País: França
    Mudança no patrimônio líquido entre 2 a 9 de abril: aumento de US$ 6,3 bilhões

    Getty Images
  • Mark Zuckerberg

    Fonte de riqueza: Facebook
    País: Estados Unidos
    Mudança no patrimônio líquido entre 2 a 9 de abril: aumento de US$ 6,2 bilhões

    Reprodução/Forbes
  • Warren Buffett

    Fonte de riqueza: Berkshire Hathaway
    País: Estados Unidos
    Mudança no patrimônio líquido entre 2 a 9 de abril: aumento de US$ 5 bilhões

    Reprodução/Forbes
  • Mukesh Ambani

    Fonte de riqueza: petroquímica, petróleo e gás
    País: Índia
    Mudança no patrimônio líquido entre 2 a 9 de abril: aumento de US$ 4,4 bilhões

    Getty Images
  • Elon Musk

    Fonte de riqueza: Tesla
    País: Estados Unidos
    Mudança no patrimônio líquido entre 2 a 9 de abril: aumento de US$ 4,2 bilhões

    Reprodução/Forbes
  • Larry Ellison

    Fonte de riqueza: Oracle
    País: Estados Unidos
    Mudança no patrimônio líquido entre 2 a 9 de abril: aumento de US$ 4 bilhões

    Getty Images
  • Bill Gates

    Fonte de riqueza: Microsoft
    País: Estados Unidos
    Mudança no patrimônio líquido entre 2 a 9 de abril: aumento de US$ 3.6 bilhões

    Reprodução/Forbes
  • Larry Page

    Fonte de riqueza: Alphabet
    País: Estados Unidos
    Mudança no patrimônio líquido entre 2 a 9 de abril: aumento de US$ 3.6 bilhões

    Getty Images

Amancio Ortega

Fonte de riqueza: Zara
País: Espanha
Mudança no patrimônio líquido entre 2 a 9 de abril: aumento de US$ 7,2 bilhões

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

 

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).