E-commerce cresce como uso prioritário dos clientes de banda larga

Estudo exclusivo da ComScore também mostra a ascensão dos games entre os hábitos de consumo de quem contrata serviços de operadoras.

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:

Mensalmente, os clientes que contratam serviços de conexão consomem 10,4 mil minutos navegando em plataformas de e-commerce (Crédito: Getty Images)

Acessibilidade


O uso de banda larga destinado às compras no varejo online vem crescendo de forma considerável. Dentre os tipos de uso, as redes sociais ainda lideram seguidas por entretenimento e games. No entanto, o e-commerce ganha cada vez mais espaço entre as categorias com maior consumo para quem contrata um serviço de conexão. A constatação é de um estudo inédito da ComScore Brasil.

Mensalmente, de acordo com o levantamento, as pessoas que assinam um serviço de conectividade consomem 120,7 mil minutos em redes sociais e 10,4 mil no e-commerce. Em relação ao recall de marcas, a Vivo ocupa a primeira posição com 18,3%, seguida por Claro, 15,4%, TIM, 13,5% e Oi, 10,7%. O mapeamento, feito entre os clientes de telecomunicações no Brasil, mostra que a transformação digital alterou os hábitos de consumo e de oferta de serviços.

LEIA TAMBÉM: Brasil é campeão mundial de downloads de aplicativos de e-commerce durante pandemia

De acordo com o estudo, entre os fatores importantes na escolha de um provedor estão Qualidade, com 63% das indicações, 51% Cobertura, 25% Ofertas Especiais, 23% Imagem e Marca e 22% Planos Flexíveis. Ainda de acordo com a pesquisa, 55% dos usuários utilizam os serviços tanto para uso pessoal e profissional, e 41% consomem somente para uso próprio.

Bianca Scatamburlo, da área de insights da ComScore Brasil, identificou outras informações que determinam os hábitos de consumo no e-commerce. “Neste segmento, 39 milhões de usuários únicos que declaram ser assíduos no uso do e-commerce,  gastam de R$30 a R$59,99 por mês nos planos de celular, seguido por um ticket médio de R$15 a R$29. A maioria dos consumidores de retail utiliza o celular para o uso pessoal, totalizando 11 bilhões de minutos consumidos na categoria.”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Compartilhe esta publicação: