EXCLUSIVO: multinacional de reservas online da Amex chega ao Brasil

Divulgação
Divulgação

João Paulo Alves, CEO da Tagme, diz que meta inicial é disponibilizar o Resy nas 55 cidades brasileiras atendidas pela startup

Após um período prolongado de fechamento para consumo in loco e aumento da demanda por deliveries que funcionam via plataformas de aplicativos, estabelecimentos como bares e restaurantes se preparam para retomar suas operações físicas. A volta, no entanto, impõe aos negócios o desafio de funcionamento com base nas diretrizes de distanciamento social e capacidade limitada de clientes. É em meio a esse cenário que a multinacional Resy, especializada em reservas online comprada pela American Express no ano passado, desembarca no Brasil amanhã (9), graças à uma parceria com a startup brasileira Tagme, de soluções para o mercado gastronômico.

A estreia da empresa norte-americana em estabelecimentos atendidos pela startup brasileira funcionará, inicialmente, em São Paulo e no Rio de Janeiro, e atenderá redes como Applebee’s, Olive Garden e Grupo Corrientes 348. “A parceria só aconteceu porque tanto a Tagme quanto o Resy têm como foco restaurantes com elevado posicionamento de marca e que procuram servir aos seus clientes com excelência. Quanto mais integrados os sistemas, mais relevantes eles são para os usuários e restaurantes, e maior a cobertura”, diz João Paulo Alves, CEO da Tagme.

VEJA TAMBÉM: Aplicativo gratuito para apoiar pequenos negócios chega ao Brasil

Com operação B2C no modelo SaaS (software como serviço), a Resy é uma ferramenta gratuita de reservas. “Não tem custo para o cliente, nem para o restaurante que já usa a plataforma da Tagme. E isso faz toda a diferença. Ao cobrar valor por reserva, as plataformas passam a se concentrar mais na geração de receita do estabelecimento e menos na ocupação e eficiência da operação”, explica Alves. O executivo diz, ainda, que todos os dados coletados são de propriedade do restaurante, o que aumenta a autonomia do negócio e diminui a dependência de canais.

Na interface da plataforma, o consumidor pode escolher o restaurante que deseja, inserir a data, período do dia e número de acompanhantes para a reserva. Em caso de lotação, o aplicativo oferece opções de datas e horários livres e a possibilidade de entrar virtualmente em uma lista de espera.

Em parceria com a Tagme, a Resy chega para integrar serviços. Enquanto a startup brasileira trabalha com soluções para negócios de gastronomia, a empresa norte-americana vai se concentrar em fazer a ponte do estabelecimento com o cliente. “É uma junção do interesse da Resy de ter presença no Brasil e da Tagme de fazer parceria com uma marca forte e ter um aplicativo de conexão do consumidor final com todos os restaurantes em um lugar só.”

Fundada em 2014 por Ben Leventhal, cofundador também do Eater.com, a Resy atende mais de 2,6 milhões de clientes em mais de 10 mil restaurantes de 200 cidades pelo mundo. Após captar US$ 45 milhões em investimentos, a multinacional foi adquirida pela American Express em 2019. O aplicativo tem como meta inicial operar nas 25 cidades brasileiras já atendidas pela Tagme até o final do ano.

Além dos produtos de hospitalidade e delivery próprio para restaurantes, a Tagme oferece aos clientes um kit reabertura com serviços de reservas, delivery, gestão de relacionamento com o cliente, marketing digital e QR code com o cardápio dos estabelecimentos.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo: .

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).