Dar a volta por cima depois da demissão é possível: veja 3 maneiras para se recuperar de uma reviravolta

Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

Segundo Chuck Crumpton, a partir da dor pessoal pode-se aproveitar uma incrível experiência de crescimento

Um revés na carreira pode ser difícil. Todos já passaram por uma situação assim. O chefe inesperadamente avisa que a empresa foi vendida ou que você será substituído em uma reestruturação da companhia. Ser demitido, afastado temporariamente ou perder uma promoção pode parecer um golpe trágico a princípio. Sente-se imediatamente uma perda de identidade e de propósito, e sensações como choque, negação, medo, tristeza, raiva, dúvida e confusão começam a surgir.

De acordo com Chuck Crumpton, autor de “The Jagged Journey” (“A Jornada Irregular”, em tradução livre), uma autobiografia sobre o caminho não perfeito da vida e dos negócios, “todo mundo tem picos e depressões. A partir dessa dor pessoal, no entanto, pode surgir uma incrível experiência de crescimento que permite superar desafios difíceis, abraçar a vulnerabilidade e a transparência e sentir a alegria de se tornar alguém melhor”. 

VEJA MAIS: Como aceitar, refletir e aprender com o fracasso

Mesmo uma dramática desorientação na carreira pode se tornar um trampolim para o sucesso se você responder da maneira certa. Pesquisas mostram que o escapismo é uma reação comum a um revés. Por exemplo, as pessoas podem tirar férias, beber e comer demais ou evitar discutir seus sentimentos com a família e amigos. Esses comportamentos raramente levam a uma transição produtiva.

Em vez de ficar preso a sentimentos de tristeza ou vergonha, adote uma abordagem diferente. Examine como você pode ter contribuído para o evento, reflita se avaliou a situação de forma correta, reagiu adequadamente e considere o que faria de diferente no futuro. Também é uma boa ideia coletar comentários diretos e honestos da sua rede de conexões, incluindo superiores, colegas e subordinados. Tente reformular o revés de sua carreira em uma oportunidade. Isso pode significar a consideração de outro papel em sua empresa, mudar para uma nova organização, carreira ou setor diferente. “Quando uma porta se fecha, outra se abre, embora o corredor intermediário possa ser muito longo e cheio de obstáculos”, diz Crumpton. “É preciso paciência e perseverança, mas o que você pode aprender ao longo do caminho definitivamente leva a um lugar melhor.”

O especialista  sugere três maneiras de se recuperar de um revés na carreira. Veja a seguir:

  • 1. Não deixe que a perda do seu emprego ou negócio o defina

    “Não leve para o lado pessoal”, diz Crumpton. “O que você faz ou fez não define quem você é. As pessoas que consideram perder o emprego ou negócio como um sinal de inadequação são menos propensas a avançar rapidamente e com convicção do que aquelas que veem a perda como uma chance de crescer em autoconsciência e desenvolver resiliência. Faça uma lista de seus pontos fortes e realizações para recuperar sua confiança. Os potenciais empregadores serão atraídos por aqueles que demonstraram que podem permanecer positivos e confiantes, apesar de um revés na carreira”.

  • 2. Desenvolva rituais diários positivos

    É fácil ficar preso em um uma rotina improdutiva, especialmente quando tempos difíceis acontecem. Mas o que se faz todos os dias pode trazer mudanças ao longo do tempo. “Em vez de se preocupar, tome atitudes”, diz Crumpton. “Em lugar de dúvida, tenha fé. Concentre-se no futuro; faça pequenas, mas importantes, ações diárias que promovem sua motivação para buscar um novo emprego ou plano de negócios. Uma pequena parte da sua vida é decidida por circunstâncias incontroláveis ​​ou erros cometidos, mas a parcela maior é decidida por suas respostas a essas circunstâncias ou falhas”.

  • 3. Conecte-se à sua rede de contatos

    Às vezes, os trabalhos mais adequados não são anunciados. Encontrar as vagas que geralmente são preenchidas pelo boca a boca exige que você busque na sua lista de contatos. “Contate pessoas que você conhece e que estejam bem cientes de suas capacidades”, diz Crumpton. “Conte com o apoio delas para fazer conexões que possam ajudá-lo. Esses indícios podem conhecer as vagas que não encontraria em um quadro de empregos. A velha expressão, ‘é quem você conhece’, pode ser a chave para abrir a porta ao lado.”

1. Não deixe que a perda do seu emprego ou negócio o defina

“Não leve para o lado pessoal”, diz Crumpton. “O que você faz ou fez não define quem você é. As pessoas que consideram perder o emprego ou negócio como um sinal de inadequação são menos propensas a avançar rapidamente e com convicção do que aquelas que veem a perda como uma chance de crescer em autoconsciência e desenvolver resiliência. Faça uma lista de seus pontos fortes e realizações para recuperar sua confiança. Os potenciais empregadores serão atraídos por aqueles que demonstraram que podem permanecer positivos e confiantes, apesar de um revés na carreira”.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).