3 perguntas para encontrar o emprego dos seus sonhos

Compassionate Eye FoundationDan Kenyon/Getty Images
Compassionate Eye FoundationDan Kenyon/Getty Images

Independentemente de seu setor é importante buscar as oportunidades de trabalho que se alinham com suas aspirações de carreira

Os dias em que se faziam perguntas do cotidiano em uma entrevista de emprego acabaram. Muitas pessoas se encontram em trabalhos insatisfatórios simplesmente porque não fizeram as perguntas certas durante o processo seletivo. Se você se depara com um cargo caótico ou um gerente que deseja saber todos os seus movimentos, e está disposto a suportar qualquer coisa, ótimo.

O problema surge quando você, sem saber, entra em um ambiente em que sistemas extintos e soluções de problemas causados pelos seus antecessores são a norma do cargo. Isso leva à frustração e ao esgotamento.

VEJA MAIS: 3 maneiras de ir além da gestão convencional e alcançar a excelência

Independentemente de seu setor ou nível salarial, é importante buscar as oportunidades de trabalho que você gosta e que se alinham com suas aspirações de carreira. A maioria ainda não encontrou o emprego dos sonhos, mas é possível chegar perto fazendo as perguntas certas.

Separamos três perguntas que fornecerão a clareza que você precisa para tomar decisões de carreira certeiras em processos seletivos. Observe que essas perguntas se concentram em coisas com as quais você terá que lidar no trabalho diariamente, mesmo que suas responsabilidades variem. Se você está trabalhando na análise hoje e em um novo projeto amanhã, a cultura e a liderança permanecem constantes. Além disso, as respostas a essas perguntas provavelmente não são mencionadas na descrição do trabalho.

Falando da descrição: estude-a. Veja quantos tópicos tem. Se houver três ou quatro, talvez a empresa tenha feito uma descrição do cargo apenas para publicá-lo. Isso mostra certa aleatoriedade no caráter da empresa e geralmente significa que há uma necessidade urgente de simplesmente colocar alguém no trabalho. Descrições de cargos preguiçosas atraem candidatos preguiçosos.

Por outro lado, digamos que haja tantos pontos que a descrição é gigantesca. Isso significa que você está dando adeus a qualquer capacidade de se desconectar do trabalho para ter uma vida pessoal. Uma longa descrição de cargo significa que há uma grande necessidade na função ou que a empresa está procurando talentos tão específicos que só consideram candidatos que atendam a todos os requisitos.

De qualquer forma, é preciso examinar essas descrições de cargos da mesma forma que as empresas examinam seu currículo. É uma coisa mutuamente benéfica. Considerando a quantidade de tempo às vezes insana que passamos trabalhando, é importante que você trate sua carreira como um negócio e a gerencie de acordo.

Veja as três perguntas para encontrar o emprego dos sonhos a seguir:

  • Como é trabalhar aqui?

    Faça esta pergunta ao entrevistador para entender no que você está realmente entrando. A entrevista não é apenas para mostrar suas habilidades –você obviamente tem um histórico atraente se estiver na fase de entrevista para o cargo.

    E se você assumir essa função como uma pessoa que trabalha bem de forma independente e descobrir que seu chefe é um microgerente? Após três semanas de trabalho, você estará pronto para sair? Você estará de volta ao mercado, percebendo tarde demais que não tem sucesso neste ambiente e considerando todo o tempo, energia e esforço que você colocou em um trabalho que não combina com você.

    Os candidatos se sentem constrangidos ao fazer essas perguntas por medo de serem muito assertivos, pensando que isso vai arruinar suas chances de conseguir o emprego. Se você não se sentir confortável para fazer perguntas pontuais, pratique no espelho ou faça entrevistas simuladas. Encontre uma maneira de se sentir confortável.

    Enquanto se prepara para a entrevista, verifique o histórico do entrevistador para encontrar interesses comuns ou as mesmas universidades, algo para facilitar seu caminho nas perguntas. Pode ser desconfortável no início, mas você ficaria surpreso com o quão transparentes alguns gerentes de contratação estão dispostos a ser.

    Morsa Images/Getty Images
  • Qual é a sua abordagem para liderança?

    De volta ao microgerenciamento –muitas pessoas não se dão bem com alguém constantemente olhando por cima de seus ombros e perguntando se elas estão trabalhando e o que estão fazendo.

    Existem alguns casos em que o microgerenciamento é realmente necessário, especialmente com problemas de desempenho. Se um funcionário está com baixo desempenho, é necessário ter check-ins mais frequentes e atualizações de status para garantir que os resultados sejam cumpridos.

    Dito isso, você também não quer um chefe indiferente. Perguntar ao seu novo gerente em potencial como ele liderará e fornecerá feedback é importante para o seu desenvolvimento profissional.

    A maioria dos gerentes se classifica como meio termo, e fazer esta pergunta com tato fornecerá uma visão sobre o tipo de gerente para o qual você trabalharia. É importante alinhar-se com um gerente que o ajudará a identificar objetivos e um plano para alcançá-los.

    Getty Images
  • Por que a pessoa anterior deixou o cargo?

    Esta pergunta é muito reveladora e você deve ouvir atentamente a resposta. Muito do que se encontrará nas primeiras semanas no trabalho provavelmente estará relacionado ao seu antecessor de alguma forma.

    Dependendo do setor, essa pessoa pode ter deixado projetos urgentes inacabados que você terá que assumir rapidamente. Sendo assim, você pode se encontrar inundado por problemas herdados.

    Tom Grill/Getty Images

Como é trabalhar aqui?

Faça esta pergunta ao entrevistador para entender no que você está realmente entrando. A entrevista não é apenas para mostrar suas habilidades –você obviamente tem um histórico atraente se estiver na fase de entrevista para o cargo.

E se você assumir essa função como uma pessoa que trabalha bem de forma independente e descobrir que seu chefe é um microgerente? Após três semanas de trabalho, você estará pronto para sair? Você estará de volta ao mercado, percebendo tarde demais que não tem sucesso neste ambiente e considerando todo o tempo, energia e esforço que você colocou em um trabalho que não combina com você.

Os candidatos se sentem constrangidos ao fazer essas perguntas por medo de serem muito assertivos, pensando que isso vai arruinar suas chances de conseguir o emprego. Se você não se sentir confortável para fazer perguntas pontuais, pratique no espelho ou faça entrevistas simuladas. Encontre uma maneira de se sentir confortável.

Enquanto se prepara para a entrevista, verifique o histórico do entrevistador para encontrar interesses comuns ou as mesmas universidades, algo para facilitar seu caminho nas perguntas. Pode ser desconfortável no início, mas você ficaria surpreso com o quão transparentes alguns gerentes de contratação estão dispostos a ser.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).