Beyoncé doa US$ 100 mil em bolsas universitárias

Fundação da cantora pop financiará os estudos de quatro estudantes

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:

Beyoncé doa US$ 100 mil em bolsas universitárias para negros - GettyImages

Acessibilidade


Na sequência de sua elogiada apresentação de duas horas no festival de música Coachella, Beyoncé anunciou ontem (16) que está oferecendo US$ 100 mil em bolsas destinadas a estudantes de quatro faculdades e universidades dos Estados Unidos historicamente associadas aos negros.

VEJA TAMBÉM: Beyoncé se junta a Unicef em projeto para levar água a crianças no Burundi

O programa Homecoming Scholars Award para o ano acadêmico 2018-2019 doará bolsas de US$ 25 mil a alunos da Universidade Xavier da Louisiana, da Universidade Wilberforce (Ohio), da Universidade Tuskegee (Alabama) e da Universidade Bethune-Cookman (Flórida), informou a fundação de Beyoncé.

O show da criadora do álbum “Lemonade”, no Coachella, realizado no deserto do sul da Califórnia no sábado (14), foi divulgado como uma homenagem à educação e à cultura negras norte-americana, e contou com uma banda marcial, artes performáticas, coro e dança. A cantora foi acompanhada por mais de 150 artistas no palco.

Foi a primeira vez que uma artista negra encerrou o festival de dois finais de semana, um dos maiores eventos musicais do ano no país.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Homenageamos todas as instituições de ensino superior por manterem a cultura e criarem ambientes para um aprendizado ideal que amplie sonhos e os mares de possibilidades para os estudantes”, disse Ivy McGregor, que administra a fundação da cantora, a BeyGood, em um comunicado que anunciou o programa de bolsas.

As mais de 100 faculdades e universidades tradicionalmente negras dos EUA foram todas criadas antes da Lei de Direitos Civis de 1964, quando instituições de ensino superior dominadas por brancos podiam vetar alunos negros.

No ano passado a artista de 36 anos criou um programa de bolsas por mérito em apoio a jovens mulheres.

Compartilhe esta publicação: