Como as hashtags do Instagram mudaram o marketing de influência

Getty Images
Usar corretamente a técnica ajuda a ampliar o engajamento e direcionar o público

Resumo:

  • Uma pesquisa de opinião sobre o consumidor local, realizada nos Estados Unidos, mostrou que, entre empresas, 39% pretendem aumentar sua verba para contratação de influenciadores;
  • Com a possibilidade de seguir hashtags no Instagram, encontrar o público-alvo é mais fácil para os produtores de conteúdo e também as marcas;
  • O ativismo pela internet também ganha mais espaço e chega a mais pessoas graças ao recurso.

O marketing de influência é parte importante dos negócios ao longo da história. Embora alguns acreditem tenha começado no final do século 19, a estratégia se popularizou à medida que os endossos de celebridades se tornaram mais comuns e a internet passou a ser mais usada. Os influenciadores são uma parte vital do marketing de qualquer empresa, nos dias de hoje. Uma pesquisa de opinião sobre o consumidor local, realizada pela BrightLocal, nos Estados Unidos, revelou que 91% das pessoas entrevistadas, entre 18 e 34 anos, disseram confiar em resenhas online tanto quanto dão crédito a recomendações pessoais, provando o quanto os influenciadores podem ser valiosos para uma empresa.

LEIA MAIS: A melhor hora para postar no Instagram

Ao longo dos anos, a evolução tecnológica mudou esse jogo dramaticamente, com o advento de plataformas sociais gigantes como Facebook, Instagram e Twitter. À medida que os proprietários de empresas encontram influenciadores em diferentes redes e veem como elas podem afetar positivamente seus resultados, passaram a criar mais espaço no orçamento para o marketing de influência. De fato, 39% dos entrevistados relataram que planejaram aumentar os aportes para influenciadores em 2019.

Mesmo com algumas evoluções no jogo de marketing de influenciadores (como a capacidade de comprar seguidores no Instagram), mudanças menores, aparentemente menos significativas, tiveram um impacto muito grande no mundo do marketing de influência. Uma delas são as hashtags do Instagram, que transformaram o mundo dos influencers. De novo.

É mais fácil se tornar um influenciador

Tornar-se um influenciador exige muito trabalho. Para alguns, pode parecer que os influenciadores só poderiam ser pessoas que já eram populares. Graças às hashtags, no entanto, esse não foi o caso. Na verdade, como as hashtags podem ser pesquisadas no Instagram e conectadas a outras postagens relevantes, é possível que qualquer pessoa se torne um influenciador usando as palavras certas, alcançando seu público-alvo e ganhando seguidores engajados.

Os micro-influenciadores têm mais oportunidades

Antes, os influenciadores eram considerados usuários que tinham dezenas de milhares de seguidores ou mais, mas, como as hashtags assumiram um papel mais importante no marketing do Instagram e se tornaram mais pesquisáveis, tornou-se mais fácil para pessoas em nichos diferentes assumir esses papéis, mesmo com poucos seguidores. Qualidade e quantidade nem sempre são equivalentes, mas agora existem todos os tipos de influenciadores, desde os nano (até mil seguidores) até as celebridades (com mais de cinco milhões).

A segmentação é mais fácil do que nunca

Assim como as empresas, os influenciadores têm um nicho e um público-alvo. Graças às hashtags, é mais fácil do que nunca que os influenciadores se concentrem no público-alvo e encontrem potenciais seguidores interessados ​​no que eles publicam. Antes, os influenciadores poderiam encontrar grupos gerais para alcançar, mas, graças às hashtags, os influenciadores do Instagram podem restringir os grupos a fim de atingir os indivíduos que se encaixam melhor em sua marca e comunidade.

É mais simples achar influenciadores

As hashtags funcionam como links que conectam ideias ou tópicos. Quando você clica em uma hashtag, você é levado a um grupo de postagens relacionadas ao mesmo assunto. Elas são pesquisáveis ​​e podem ser seguidas no Instagram, possibilitando que os usuários sigam não apenas a família e os amigos, mas também interesses.

Como as pessoas podem seguir hashtags, é mais fácil do que nunca que os influenciadores sejam encontrados pelas empresas. Isso significa que eles podem expandir seu alcance e até mesmo diversificar seu público usando as hashtags certas.

Hashtags aquecem o ativismo

Não apenas as hashtags tornaram mais fácil para os influenciadores aumentarem o número de seguidores e fazerem o seu trabalho, mas também tornaram mais fácil fazer a diferença no mundo por meio do ativismo. Por exemplo, o movimento #MeToo ajudou influenciadoras a se conectarem com seu público em um nível mais profundo, compartilhando suas histórias ou expressando amor e apoio aos seguidores que passaram pela mesma situação. Existem centenas de outras hashtags de ativistas, incluindo #direitosdosanimais, #feminismo, #direitoshumanos, #igualdade e outras. Todas estão sendo usadas por influenciadores para inspirar mudanças.

Novas ferramentas úteis

Se você é uma empresa que já trabalhou com influenciadores, depois de procurar as melhores hashtags para usar; ou é um influenciador que procura suas hashtags próprias, a chave é usar as ferramentas adequadas. Existem muitos recursos diferentes que podem ajudar a melhorar sua escolha de palavras. A #Hashtags For Likes é uma delas. Com a plataforma, é possível pesquisar uma hashtag para obter análises e insights.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).