Como saber se você está na profissão certa

Getty Images
Especialistas ensinam três perguntinhas simples capazes de mostrar se um cargo ou profissão combina mesmo com o seu perfil

Estar presa em um trabalho que não combina com você pode ser extremamente estressante, não importa o quão impressionante seja o cargo. Acredite: salário nenhum vale o sacrifício de fazer todos os dias aquilo que não gostamos ou para o que não temos nenhuma aptidão.

Por isso, fica aqui a pergunta: depois de muitos anos trabalhando em uma mesma empresa, você acha que está na profissão certa? Ou então: na hora de mandar seu currículo para uma vaga de interesse, será que aquele cargo é realmente adequado para você?

Fazer uma pausa e pensar sobre essas perguntas é fundamental. Estudos mostram que se sentir infeliz e insatisfeita no trabalho pode levar a sérias crises de ansiedade, estresse e depressão.

A boa notícia é que você não precisa mais correr esse risco. Experts norte-americanos revelaram que três perguntas simples são capazes de identificar se um cargo, promoção ou profissão são perfeitos para você. E vale para tudo, seja na hora de enviar seu currículo, aceitar uma transferência, pedir uma promoção, abrir um negócio próprio ou até mesmo se inscrever no vestibular.

Vamos às perguntas:

1. Minha personalidade combina com a cultura da empresa?

Empresas cultivam regras, condutas e valores que nem sempre combinam com o seu ponto de vista, e essas diferenças podem trazer resultados negativos a longo prazo. A apresentadora norte-americana Oprah Winfrey sabe bem o que é isso. Durante uma entrevista recente, ela revelou que deixou o programa “60 Minutes” porque sua personalidade não correspondia com o papel que exigiam dela.

“Sempre me pediam para mostrar minha personalidade de maneira mais sutil, ser menos emotiva”, disse ela ao Hollywood Reporter. “Gostei de trabalhar com a equipe, mas não foi o melhor formato para mim.” Embora parecesse uma oportunidade promissora, Oprah se desligou do programa porque sentiu que os valores da emissora não combinavam com os dela. Resultado? A decisão permitiu que ela focasse em um novo plano de carreira com um propósito maior, que se encaixasse perfeitamente com quem ela é de verdade.

2. Este trabalho é significativo para mim?

Mais da metade das pessoas que trabalham sente algum tipo de esgotamento, seja físico ou mental. E isso não é à toa! Os experts explicam que essa sensação de cansaço extremo afeta principalmente profissionais que não vêem significado naquilo que fazem.

A dica: antes de aceitar uma oferta de emprego ou se inscrever para uma vaga ou promoção, pergunte se a missão daquilo que você está prestes a executar todos os dias está alinhada com seus valores. Muito mais do que um bom salário, será que esse cargo será capaz de a fazer crescer, pessoal e profissionalmente? Você acredita que encontrará seu propósito ao mesmo tempo que se sentirá feliz e realizada? Tenha em mente que, se você não sentir nenhuma conexão com a profissão que escolheu, pode acabar sentindo os sinais de esgotamento bem antes do que imagina.

3. Esse trabalho vai me permitir mostrar quem eu sou de verdade?

A forma como você escolhe se apresentar no seu trabalho (postura, roupas, opiniões, personalidade…) pode afetar seriamente o modo como você se sente em relação às tarefas que realiza todos os dias. Por isso, é tão importante encontrar um emprego onde você se sinta à vontade para ser quem realmente é, de maneira autêntica e criativa.

Ficar presa dentro da própria personalidade dificilmente vai permitir que você mostre todo o seu potencial. Por isso, se você sentir que terá de esconder partes de si mesma para se encaixar nos valores da empresa, é bem provável que esse local de trabalho não seja o ideal, ou até mesmo que aquela profissão não tenha muito a sua cara. Como consequência, você estará prestes a se colocarem uma realidade estressante e, com certeza, infeliz.

Somente trabalhando o seu autoconhecimento você será capaz de se tornar a melhor versão de si mesma, tanto na carreira quando na vida pessoal.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).