Dólar tem oscilações limitadas à espera de dados nos EUA, com exterior cauteloso

Reforma tributária também está no radar do mercado financeiro.

Redação
Compartilhe esta publicação:
iStock
iStock

Às 9h31, o dólar subia 0,35%, a R$ 5,3463 na venda, na máxima da sessão e após cair 0,22% mais cedo

Acessibilidade


O dólar tinha variações moderadas ante o real na manhã de hoje (17), com o mercado atento a dados nos Estados Unidos e tendo no radar noticiário sobre a reforma tributária, ainda em meio a um clima de cautela por incertezas sobre a economia global e tensões geopolíticas.

Às 9h31, o dólar subia 0,35%, a R$ 5,3463 na venda, na máxima da sessão e após cair 0,22% mais cedo. Na B3, o dólar futuro tinha alta de 0,26%, a R$ 5,3470.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Investidores analisavam notícias sobre a aguardada entrega ao Congresso, na próxima terça-feira (21), da primeira parte da proposta elaborada pelo governo para a reforma tributária, conforme dito na véspera (16) pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

“O governo cede à pressão do Congresso, especialmente do Rodrigo Maia (presidente da Câmara), que vinha cobrando a proposta, e também tenta uma aproximação depois de atritos”, disse Filipe Villegas, estrategista da Genial Investimentos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A XP Investimentos fala em “otimismo” sobre a reforma tributária. Mas a casa ponderou que no exterior havia tensões envolvendo Rússia, Estados Unidos, Canadá e Reino Unido –com os três últimos acusando o primeiro de orientar hackers a tentar roubar dados sobre vacina para a Covid-19.

No exterior, o índice do dólar tinha baixa de 0,2%. O mercado espera dados de confiança do consumidor dos EUA, com divulgação prevista para as 11h. Há pouco, números mostraram que o início de construções no país saltou 17,3% em junho. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: