Ibovespa fecha estável em dia volátil

gettyimagesNurPhoto.
gettyimagesNurPhoto.

O volume financeiro totalizou R$ 28,35 bilhões.

O Ibovespa fechou quase estável hoje (22), após ter flertado com os 105 mil pontos na máxima, em sessão volátil, com o declínio de blue chips ofuscando o salto da Weg, que teve resultado forte no segundo trimestre, apesar da pandemia.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa encerrou com variação negativa de 0,02%, a 104.289,57 pontos, tendo alcançado 104.979,95 pontos no melhor momento e 103.277,01 na mínima. O volume financeiro totalizou R$ 28,35 bilhões.

LEIA MAIS: Forbes promove primeiro webinar sobre Saúde Mental nas empresas. Participe

A falta de tendência nas bolsas em Nova York corroborou o sobe-e-desce na bolsa paulista, embora Wall St tenha fechado em alta, em sessão marcada por aumento das tensões entre Estados Unidos e China, resultados corporativos e expectativas de mais estímulos econômicos. O S&P 500 subiu 0,57%.

No Brasil, a temporada de balanços trimestrais começou, com números de empresas como Weg e Neoenergia, e deve concentrar atenções nas próximas semanas, uma vez que mostrará os efeitos nas companhias do período mais agudo da crise desencadeada pelo coronavírus, bem como o que as empresas veem no horizonte.

O BTG Pactual destacou que a partir de agora a volatilidade se torna muito mais individual, e dependendo dos resultados, haverá movimentações abruptas nos preços das ações.

A sessão ainda contou com rescaldo da entrega da primeira parte da proposta do governo de reforma tributária, que teve seus detalhes conhecidos na tarde da véspera. “Uma aprovação (do texto) prevê ganhos de produtividade e competitividade”, afirmou o estrategista de mercados emergentes Mathieu Racheter, do Julius Baer, ponderando que isso não deve ser rápido, pois há questões que exigem um longo processo no Congresso.

Destaque da sessão, a Weg disparou 13,89%, a R$ 68,20, recorde para fechamento, tendo chegado a R$ 68,90, máxima intradia, após atravessar a onda da pandemia de Covid-19 com crescimento de lucros, receitas, margens e retorno no segundo trimestre, resultado que a Guide Investimentos classificou como “bastante sólido e positivo”. No ano, o papel já sobe mais de 90%. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).