Serviço de pagamento da OLX sai de fase beta e começa a operar em SP

GettyImages/ Boy_Anupong
GettyImages/ Boy_Anupong

OLX Pay vai trabalhar em parceria com os Correios e deve ser ampliado para todo o Brasil a partir de agosto

O site de classificados OLX anunciou ontem (23) o lançamento na capital paulista de serviço de pagamento que oferece entrega de produtos e pagamento com cartão de crédito, inclusive para produtos usados.

Chamado de OLX Pay, o serviço trabalha em parceria com os Correios e estava em fase beta no interior paulista desde maio. A OLX tem entre os controladores o grupo nórdico Adevinta, que nesta semana anunciou a compra da operação de classificados da norte-americana eBay em um negócio de US$ 9,2 bilhões.

LEIA MAIS: American Express tem lucro menor no trimestre pressionada por isolamento social

O serviço da OLX, que tem entre os rivais o Mercado Livre, deve ser ampliado para o restante do Brasil a partir de agosto, informou a companhia.

Assim como o concorrente, o OLX Pay permite parcelamento no cartão de crédito em até 12 vezes ou com uso de saldo em carteira digital. A empresa afirma que o vendedor recebe o valor do produto em até 24 horas após a venda e pode transferir os recursos para o seu banco por meio de aplicativo. As vendas também são garantidas, permitindo a devolução do valor pago caso o usuário tenha algum problema.

LEIA TAMBÉM: Congresso pode avançar este ano na reforma tributária, mas novo imposto não deve ser aprovado, diz Maia

A empresa é remunerada por meio de cobrança de comissão sobre as vendas feitas pelo OLX Pay, mas vai promover isenção de tarifa até 15 de agosto. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).