Com forte volatilidade global, Ibovespa opera em queda e investidores se posicionam para eleição nos EUA

O Ibovespa opera com forte volatilidade nos primeiros negócios de hoje (27), impulsionado pelo balanço positivo do Santander no terceiro trimestre divulgado há pouco e com os investidores se posicionando para outros resultados na semana, mas de olho na cautela global frente ao crescimento nos casos de coronavírus. Às 10h35, horário de Brasília, o índice brasileiro perdia 0,12% aos 100.891 pontos.

O dólar, por sua vez, engatava alta contra o real, em mais uma sessão de foco na disseminação global da Covid-19 e nas negociações de mais estímulo econômico nos Estados Unidos. A divisa subia 0,43% no mesmo horário, negociada a R$ 5,63 na venda.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Em Wall Street, os principais índices acionários também operam com forte volatilidade, com investidores adequando suas posições – e apostas – à espera do resultado das eleições nos EUA, previstas para 3 de novembro. O Dow Jones perdia 0,20%, o S&P 500 recuava 0,02% e o Nasdaq tinha alta de 0,25%. Ontem, o Dow Jones recuou 1,9%, perdendo 650 pontos, o pior resultado desde 3 de setembro. As quedas desta segunda-feira levaram os dez mais ricos dos EUA a perderem juntos mais de US$ 14 bilhões.

As bolsas europeias trabalham no campo negativo, com perdas lideradas pelo índice francês CAC 40, que recuava 1,06% no mesmo horário.

Em alguns países da Europa e nos Estados Unidos, o número de novas infecções pelo vírus segue batendo recordes diários. Apenas os EUA registraram quase meio milhão de casos em apenas uma semana, com 14% de crescimento nas contaminações em crianças. Mas enquanto a zona do Euro aposta em novas e duras restrições sociais, os norte-americanos devem ter outro foco. No domingo, o chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, afirmou: “não vamos controlar a pandemia”. Ao invés disso, o governo deverá concentrar esforços em vacinas e tratamentos para a doença que já matou mais de 225 mil pessoas e contaminou outras 8 milhões no país. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).