Em dia de forte volatilidade, Ibovespa acompanha exterior e fecha no positivo

Reprodução/Forbes

O Ibovespa fechou o pregão desta quinta-feira (29) no campo positivo, depois de testar o suporte dos 93 mil pontos em uma sessão marcada por altos e baixos, fechando o dia com ganho de 1,27% aos 96.582. O dólar fechou o dia com leve valorização, cotado a R$ 5,76 na venda, alta de 0,03% no dia. No Brasil e no mundo, a volatilidade encontra terreno fértil entre balanços financeiros, proximidade com as eleições nos EUA e temores sobre a recuperação das principais economias globais frente ao avanço da segunda onda de coronavírus.

“A questão da Covid-19 continua e para nós ainda é o principal ponto de preocupação”, afirmou o gestor Werner Roger, sócio na Trígono Capital, acrescentando ainda as eleições norte-americanas também estão ditando posições mais defensivas no mercado brasileiro, embora acredite que qualquer candidato vencedor manifestará algum tipo de solução para a economia em termos de estímulos.

Em Wall Street, o Dow Jones fechou o dia com ganho de 0,52%, o S&P 500 avançou 1,19% e o Nasdaq teve alta de 1,64%, com investidores ajustando suas posições à espera dos balanços das gigantes de tecnologia, divulgados logo após o fechamento do pregão.

Os indicadores também tomaram fôlego nos dados de crescimento econômico dos EUA no terceiro trimestre, um avanço de 33,1% no período (taxa anualizada), o ritmo mais forte desde que o governo iniciou os registros em 1947. No segundo trimestre, a contração do PIB norte-americano foi de 31,4%.

Na Europa, a correção positiva observada na manhã perdeu força depois do Banco Central Europeu frustrar expectativas para novos estímulos aos países do bloco. O BCE deve analisar novamente a questão apenas em dezembro. Nos índices, apenas o DAX encerrou o dia em campo positivo, ganhando 0,32%. O FTSE 100 perdeu 0,02% e o Stoxx 600 encerrou com queda de 0,12%.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) também divulgou hoje que o número de ofertas públicas iniciais (IPO) realizadas na B3 em setembro foi o maior desde 2010, com oito empresas abrindo capital. (Com Reuters)

Destaques do Ibovespa

Maiores Altas
COGN3: +6,82% a R$ 4,54
RAIL3: +4,56% a R$ 18,33
FLRY3: +4,50% a R$ 27,43
VVAR3: +4,35% a R$ 18,25
USIM5: +4,15% a R$ 11,29

Maiores Baixas
ABEV3: -2,77% a R$ 13,00
CRFB3: -2,54% a R$ 19,20
EZTC3: -2,26% a R$ 36,39
GOLL4: -1,83% a R$ 16,61
JBSS3: -1,65% a R$ 19,65

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).