Forbes Radar: Eletrobras, Biosev, Apple, Bemobi, e outros destaques corporativos

No Forbes Radar de hoje (9), o Ebtida da Duratex atingiu a marca de R$ 1 milhão em 2020, crescimento de 41,7% na comparação com 2019, enquanto a Raízen passará a contar com um total de 35 unidades produtoras de açúcar e etanol de cana-de-açúcar após a compra da Biosev por R$ 3,6 bilhões. Hoje é ainda o último dia para reserva de ações da OceanPact, com o intervalo de preço entre R$ 11,15 e R$ 13,85.

Veja estes e outros destaques de negócios do dia:

Eletrobras (ELET6)

A Eletrobras concluiu a compra da totalidade das ações pertencentes à J. Malucelli Energia S.A. (J. Malucelli Energia) na Sociedade de Propósito Específico (SPE) Transenergia Goiás (TGO).

Pela compra mencionada, o Furnas (subsidiária da Eletrobras, vinculada ao Ministério de Minas e Energia) pagou R$ 1 milhão, correspondente a 1% do capital social da TGO, passando a deter 100% do capital social da SPE, uma vez que Furnas já detinha 99% do capital da referida SPE. A etapa seguinte será a incorporação de TGO por Furnas, a qual está condicionada à obtenção das aprovações e autorizações regulatórias e administrativas aplicáveis. A operação faz parte do escopo da iniciativa de racionalização das participações societárias da Eletrobras, nos termos do Plano Diretor de Negócios e Gestão PDNG 2021-2025).

Em outro fato relevante, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) deixou acordado que a Usina hidrelétrica de Belo Monte operará o denominado Hidrograma B no ano 2021, conforme preconizado no licenciamento ambiental do empreendimento, mediante a execução de medidas adicionais de mitigação e compensação dos impactos do empreendimento para o Trecho de Vazão Reduzida (TVR) na Volta Grande do Xingu.

As empresas do grupo Eletrobras possuem, em conjunto, 49,98% do capital social da Norte Energia e a Eletrobras manterá o mercado informado acerca do assunto de que trata este Fato Relevante.

Azul (AZUL4)

O tráfego de passageiros doméstico (RPKs) da Azul aumentou 13,2% em relação a janeiro de 2019, resultando em uma taxa de ocupação de 79,3%.

“Iniciamos o ano de uma forma muito positiva, como uma das poucas companhias aéreas do mundo, se não a única, a recuperar a capacidade doméstica para níveis acima de 2019. Seguimos monitorando de perto os avanços da pandemia e o impacto positivo do esforço de vacinação, e permanecemos confiantes na retomada total da nossa capacidade no ano de 2021”, disse John Rodgerson, CEO da Azul.

Duratex (DTEX3)

A Duratex anunciou os resultados relativos ao quarto trimestre de 2020, consolidando os dados do ano. A companhia manteve a tendência de crescimento apresentada na última divulgação de resultados, confirmando um ano histórico. O Ebtida da Duratex atingiu a marca de R$ 1.288 milhão, 7% superior ao seu melhor ano até então, 2013, e 41,7% maior do que o apresentado no encerramento de 2019.

No quarto trimestre de 2020, a Empresa teve receita líquida de R$ 1.893 milhão, crescimento de 27% em relação ao observado no mesmo período em 2019. A surpreendente geração de caixa de R$ 1 bilhão em ex projetos (sendo R$ 469 milhões no quarto trimestre de 2020), aliada a melhora operacional, levou a Duratex a registrar diminuição do endividamento durante o período, reduzindo sua taxa de alavancagem (Dívida líquida / Ebtida recorrente) a 1,2x, menor patamar dos últimos anos.

Os resultados positivos derivam do contínuo aquecimento da demanda e da adequação da Companhia às externalidades ao longo de 2020. O ganho de market share em todas as divisões de negócio, bem como os reajustes de preços e melhorias operacionais impulsionaram as margens da Companhia.

Por deliberação do Conselho de Administração, foram creditados Juros Sobre o Capital Próprio (JCP) no montante de R$ 217,1 milhões ou R$ 0,3143 por ação, que serão pagos até 30/04/2021 com retenção de 15% do imposto de renda na fonte, resultando em juros líquidos de R$ 0,2672 por ação, excetuados dessa retenção os acionistas pessoas jurídicas comprovadamente imunes ou isentos. Os juros tiveram como base de cálculo a posição acionária final do dia 11/12/2020 e foram creditados de forma individualizada a cada acionista nos registros da Companhia em dezembro de 2020.

Como evento subsequente ao quarto trimestre de 2020, foi aprovado em fevereiro de 2021 a distribuição de dividendos adicionais referente ao exercício de 2020 no valor bruto de R﹩ 300,0 milhões. No total a Companhia pagará o valor bruto de R$ 0,7488 por ação, finalizando o ano com o dividend yield de 3,9% e um payout de 113,2%.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Biosev (BSEV3)

A Raízen assinou um acordo para comprar a Biosev por R$ 3,6 bilhões, informaram as empresas.

Com a integração, a Raízen, uma joint venture da Cosan e da Shell, passará a contar com um total de 35 unidades produtoras de açúcar e etanol de cana-de-açúcar, totalizando uma capacidade instalada de moagem de 105 milhões de toneladas de cana e cerca de 1,3 milhão de hectares de cultivos, o equivalente a 15% da área plantada brasileira.

Pelo acordo, Cosan e a Shell deverão ficar com fatias de 48,25% da Raízen, enquanto os acionistas da Biosev, subsidiária da Louis Dreyfus, com os 3,5% restantes. Mas há possibilidade de essa fatia minoritária ser comprada pela Raízen no futuro, de acordo com algumas questões contratuais.

Segundo a Raízen, o negócio envolve nove unidades da Biosev, com capacidade total de moagem de 32 milhões de toneladas de cana, localizadas em São Paulo (seis), Mato Grosso do Sul (duas) e Minas Gerais (uma), que virão sem qualquer dívida, além de 280 mil hectares de cana.

Com o acordo, conforme comunicado da Biosev, a Louis Dreyfus tem a oportunidade de equacionar um endividamento financeiro da subsidiária brasileira, que era de R$ 7,7 bilhões (em 31 de janeiro).

Petrobras (PETR4)

A Petrobras anunciou ontem uma alta dos seus preços médios para gasolina, diesel e GLP nas refinarias a partir desta terça-feira,, após reafirmar em comunicado sua independência do governo federal para definir valores, mesmo diante de pressões políticas.

O preço médio de venda de gasolina nas refinarias da Petrobras subirá cerca de 8%, para R$ 2,25 por litro. Já o preço médio de venda de diesel será elevado em cerca de 6% para R$ 2,24 por litro.

O preço médio de venda de gás liquefeito de petróleo (GLP), o chamado gás de cozinha, passará a R$ 2,91 por kg (equivalente a R$ 37,79 por 13 kg), um aumento médio de R$ 0,14 por kg (equivalente a R$ 1,81 por 13 kg).

“(O reajuste) na gasolina deixa o produto muito próximo da paridade com o preço internacional. Já o diesel ainda segue bem longe”, disse o chefe da área de óleo e gás da consultoria INTL FCStone, Thadeu Silva.

Nos cálculos do especialista, o diesel está com defasagem de R$ 0,20 por litro ante a paridade de importação. A Petrobras reiterou em nota que seus preços têm como referência a chamada paridade de importação, impactada por fatores como os valores do petróleo e o câmbio.

Apple (AAPL34)

A Hyundai disse que não está negociando com a Apple o desenvolvimento de carros elétricos autônomos, apenas um mês após ter confirmado negociações em estágio inicial com a gigante da tecnologia.

O anúncio ocorre após semanas de conflitos internos na Hyundai sobre o potencial negócio, com executivos levantando temores sobre a empresa se tornar uma fabricante terceirizada para a Apple em um acordo similar ao papel da Foxconn na fabricação de dispositivos para a gigante norte-americana.

“Estamos recebendo pedidos de cooperação no desenvolvimento conjunto de veículos elétricos autônomos de várias empresas, mas eles estão em estágio inicial e nada foi decidido”, disseram as montadoras nesta segunda-feira, em cumprimento às regras da bolsa de valores que exigem atualizações regulares aos investidores em relação aos rumores do mercado.

As ações da Kia saltaram 61% desde que a Hyundai confirmou inicialmente uma reportagem da mídia local no início de janeiro de que Apple e Hyundai estavam em discussões para desenvolver veículos elétricos autônomos até 2027 e desenvolver baterias em fábricas dos EUA operadas pela Hyundai ou pela Kia.

“Apple e Hyundai estão em discussão, mas como está em um estágio inicial, nada foi decidido”, disse a Hyundai, antes de divulgar declarações subsequentes que retiraram todas as menções à Apple, confirmando, no entanto, que a Hyundai tem recebido pedidos de cooperação para o desenvolvimento de carros elétricos.

A Apple nunca reconheceu as negociações com a montadora e não estava disponível de imediato para comentar fora do horário comercial nos Estados Unidos.

Bemobi (BMOB3)

A oferta inicial de ações do clube de assinatura de aplicativos Bemobi saiu a R$ 22 cada, valor mais próximo do ponto superior da faixa estimada pelos coordenadores.

Segundo informações disponibilizadas no website da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a venda de ações novas, cujos recursos irão para o caixa da companhia, somou R$ 1,09 bilhão, enquanto acionistas da empresa venderam o equivalente a R$ 164,1 milhões, perfazendo R$ 1,258 bilhão.
A companhia, que deve estrear na Bovespa na próxima quarta-feira (10), afirmou no prospecto preliminar da oferta que usará os recursos da oferta primária para pagar obrigações ligadas à reorganização societária e dividendos referentes a anos anteriores, além de comprar ativos.

OceanPact (OPCT3)

Termina hoje (9) o período de reserva para pequenos investidores comprarem ações da OceanPact. O intervalo indicativo de preço por ação está entre R$ 11,15 e R$ 13,85 (o valor será fixado amanhã).

Considerando o meio da faixa, de R$ 12,50, e o número de 89,6 milhões de ações da oferta-base, a operação pode movimentar R$ 1,1 bilhão. Com o dinheiro captado na oferta primária, a companhia planeja adquirir e customizar novas embarcações (70%) e adquirir máquinas e equipamentos (30%).

A OceanPact tem previsão de estreia na bolsa prevista para sexta-feira (12).

BR Properties (BRPR3)

A BR Properties anunciou mudanças na política de pagamento de dividendos. Daqui para frente, será pago o maior valor entre o dividendo mínimo obrigatório e 50% do lucro líquido ajustado.

“Vamos pagar R$ 95 milhões, o dobro do que seria o mínimo. Queremos ser um bom pagador de dividendos e continuar a crescer”, afirma o presidente da companhia, Martín Jaco. Os R$ 95 milhões equivalem a R$ 0,196 por ação.

O lucro líquido da BR Properties caiu 61%, no quarto trimestre de 2020, comparado com 2019, para R$ 155,7 milhões. A receita líquida teve queda de 5%, para R$ 83,5 milhões. A despesa financeira caiu 80%, no trimestre, para R$ 14,1 milhões. No fim de dezembro, a companhia tinha dívida líquida de R$ 1,046 bilhão e posição de caixa de R$ 1,225 bilhão.

São Martinho (SMTO3)

A São Martinho teve lucro líquido de R$ 272 milhões no terceiro trimestre da safra de 2020 e 2021, queda de 20,6% frente a R$ 342,9 milhões no mesmo período de 2019.

O Ebitda ajustado da empresa foi de R$ 651,6 milhões no mesmo período, avançando 20,3% no comparativo anual. A empresa havia fixado o preço do açúcar para aproximadamente 332 mil toneladas para o quarto trimestre desta safra, o que representa cerca de 85% da cana própria, a um preço de cerca de R$ 1 mil por tonelada.

A produção de açúcar avançou 34,1%, para 1,48 milhão de toneladas, e a fabricação de etanol caiu 13,1%, para 1,018 bilhão de litros.

Banco Pan (BPAN3)

O Banco Pan encerrou 2020 com lucro líquido de R$ 655 milhões, patamar 27% superior ao resultado de 2019. No quarto trimestre, o lucro líquido foi de R$ 171 milhões, em linha com o registrado no trimestre anterior.

O resultado bruto da intermediação financeira em 2020 foi de aproximadamente R$ 6 bilhões, frente a R$ 4 bilhões em 2019. O resultado operacional somou R$ 896 milhões, frente a R$ 234 milhões em 2019. (Com Reuters)

Vale (VALE3)

A Vale concluiu o investimento de US$ 6 milhões na Boston Electrometallurgical Company (Boston Metal) para adquirir uma participação minoritária e promover o desenvolvimento de uma tecnologia focada na descarbonização do aço. A Boston Metal tem uma base de acionistas diversificada que inclui fundos de venture capital, empresas de mineração e investidores privados.

A Boston Metal é uma empresa pré-operacional, fundada em 2012 por professores do Massachusetts Institute of Technology (MIT), cujo objetivo é o desenvolvimento de uma tecnologia inovadora denominada Molten Oxide Electrolysis (MOE), que reduz óxidos metálicos como o minério de ferro com o uso de eletricidade. Este processo MOE possibilitará a transformação de minério de ferro para a produção de aço com emissão zero de CO2.

De acordo com o comunicado divulgado ao mercado, “O investimento na Boston Metal está em linha com o pilar estratégico “Novo Pacto com a Sociedade” da Vale. A Vale está empenhada em liderar a transição para a mineração neutra em carbono e promover um portfólio de produtos de alta qualidade e tecnologias inovadoras para fornecer soluções de escopo 3”.

CVC (CVCB3)

O Conselho de Administração da CVC convocou uma assembleia-geral extraordinária para 11 de março, após quatro membros do colegiado renunciarem aos respectivos cargos, entre eles o presidente, Silvio José Genesini Junior.

Além de Genesini Junior, Deli Koki Matsuo, Cristina Junqueira e Henrique Teixeira Alvares também renunciaram aos seus respectivos cargos no conselho, para os quais foram eleitos em maio do ano passado com mandato até agosto de 2022.

Em fato relevante sobre a saída dos conselheiros, a CVC não detalhou a razão para as renúncias. A convocação para a assembleia foi aprovada pelo conselho na véspera.

A operadora de turismo destacou o “auxílio e importante atuação” de todos os conselheiros para conclusão de uma série de medidas tomadas pela nova gestão, como a finalização do processo de apuração independente sobre fatos relacionados às distorções contábeis, reestruturação de dívidas de R$ 1,5 bilhão e aumento de capital de R$ 664 milhões.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).