Carteira Recomendada: Vale e B3 são destaques para março

Jesada Wongsa/GettyImages
Jesada Wongsa/GettyImages

O Forbes Money avaliou vinte e uma recomendações de bancos e corretoras para compilar os ativos mais sugeridos no mês de março

 

O avanço dos preços das commodities, um ambiente positivo para os preços de minério de ferro e, principalmente, o baixo nível de endividamento da companhia, fez com que a Vale (VALE3) liderasse o ranking de ações mais recomendadas por bancos e corretoras pelo quarto mês consecutivo. Em segundo lugar ficaram as ações da B3 (B3SA3), já que a companhia atua em um segmento de grande relevância, em expansão e sem concorrência de mercado.  

 

Outro destaque para o mês de março nas recomendações de analistas é a siderúrgica Gerdau, que integra 8 das 21 carteiras analisadas pelo Forbes Money. Segundo o Safra, a companhia deve continuar a ter uma demanda favorável em um cenário de baixos estoques de aço, com o aumento nos preços feitos ao longo de 2020 ainda refletindo positivamente nos resultados.  

 

Veja o que está sendo dito sobre às três principais ações recomendadas para março:

 

 

 

  • Vale (VALE3)

    Órama: Acreditamos que a retomada das economias globais resultará em um novo superciclo de commodities, especialmente no minério de ferro, principalmente em países como a China, o que beneficiará a mineradora de forma geral. A companhia possui algumas plantas que estão paradas e assim, mesmo que a demanda por minério aumente, será possível honrar os pedidos sem grandes problemas. Seu robusto pagamento de dividendos semestrais é um grande atrativo e uma forma de balancear nossa carteira de investimentos com uma empresa bastante sólida.

    XP: Estamos aumentando o peso nas ações da Vale de 10% para 15% com base nas perspectivas positivas no médio prazo. Esperamos que a Vale possa se beneficiar com os prêmios de qualidade mais altos, ajudando na redução do desconto que a companhia negocia em relação às suas pares. Na nossa visão, a geração de caixa mais forte da companhia pode resultar em dividendos mais robustos. Estimamos um retorno com dividendos de 8,6%, que pode ser ainda maior se a empresa decidir por alguma distribuição extraordinária, pois o retorno com fluxo de caixa pode chegar a 20%.

    Carteira Recomendada: Vale e B3 são destaques para março
  • B3 (B3SA3)

    Elite: Seguimos confiantes com a continuidade do desempenho da única bolsa brasileira, apesar de negociar atualmente com múltiplos elevados. O reflexo da Selic em patamares mínimos históricos e a digitalização das plataformas de investimentos vem atraindo investidores de varejo. A liberação da negociação de BDRs também é outro atrativo. Após uma década estacionada em torno de 500 mil investidores, a B3 rompeu a cada de 1 milhão de CPFs em julho de 2020. O número de investidores ativos em janeiro deste ano foi de 3,37 milhões, um crescimento de 82% em comparado com o mesmo período de 2020.

    BTG Pactual: Estamos adicionando a B3 de volta ao portfólio. A combinação de um pequeno crescimento do LPA esperado para a B3 em 2021, combinado com os preços estáveis das ações das bolsas globais nos últimos meses, muito provavelmente está contribuindo para o recente desempenho inferior da B3. A bolsa brasileira apresentará seus resultados do 4T20 esta semana e os números devem ser muito fortes. Além disso, os volumes de janeiro e fevereiro já apresentam crescimento adicional em relação às nossas estimativas, com um volume de ações de R$ 37 bilhões até agora no trimestre. Dito isso, vemos revisões para cima dos lucros no horizonte, o que esperamos ser um importante gatilho para que as ações da B3 voltem a apresentar um desempenho superior.

    NurPhoto/GettyImages
  • GERDAU (GGBR4)

    Guide: A Gerdau encerrou recentemente a sua estratégia de venda de ativos não estratégicos, melhorando a rentabilidade da empresa, e passando a focar em suas operações nas Américas, com controle incisivo dos custos e despesas observados nos últimos trimestres, e operações sólidas na América do Norte, que devem continuar a impulsionar os resultados da operação na região. O setor na totalidade vem sendo beneficiado pelo cenário atual (dólar deve seguir em patamares elevados, o que beneficia empresas exportadoras, alta nos preços do aço e espaço para novos reajustes e aumento da demanda por aço com a recuperação acelerada dos setores automotivo e de construção civil).

    CM Capital: A Gerdau se beneficia das boas perspectivas nacionais para a construção civil e para o setor de infraestrutura dos EUA. A companhia ainda possui uma operação de aços especiais, voltada ao setor automobilístico e atua fortemente também em países da América do Sul. Devido a sua diversificação e versatilidade, continuamos com visão positiva para a empresa.

    Reuters

Vale (VALE3)

Órama: Acreditamos que a retomada das economias globais resultará em um novo superciclo de commodities, especialmente no minério de ferro, principalmente em países como a China, o que beneficiará a mineradora de forma geral. A companhia possui algumas plantas que estão paradas e assim, mesmo que a demanda por minério aumente, será possível honrar os pedidos sem grandes problemas. Seu robusto pagamento de dividendos semestrais é um grande atrativo e uma forma de balancear nossa carteira de investimentos com uma empresa bastante sólida.

XP: Estamos aumentando o peso nas ações da Vale de 10% para 15% com base nas perspectivas positivas no médio prazo. Esperamos que a Vale possa se beneficiar com os prêmios de qualidade mais altos, ajudando na redução do desconto que a companhia negocia em relação às suas pares. Na nossa visão, a geração de caixa mais forte da companhia pode resultar em dividendos mais robustos. Estimamos um retorno com dividendos de 8,6%, que pode ser ainda maior se a empresa decidir por alguma distribuição extraordinária, pois o retorno com fluxo de caixa pode chegar a 20%.

O Forbes Money avaliou vinte e uma recomendações de bancos e corretoras para compilar os ativos mais sugeridos no mês de março. Veja abaixo a íntegra das recomendações:

Forbes
Forbes

Ações mais recomendadas em março

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).